“Só é dinheiro aquilo que posso imprimir”

Os dados recentes sobre a economia americana, acentuados pelos recentes e desanimadores números sobre o emprego no país, confirmam o cada vez mais decrescente...

Friedman e o Fed: será que liquidez é a solução?

Recentemente ouvi uma entrevista de rádio em que um eminente economista estava defendendo as medidas tomadas pelo presidente do Federal Reserve (o Banco Central...

Paul Krugman ataca a Escola Austríaca – e, como de praxe, deturpa suas ideias

Paul Krugman está nitidamente desesperado.  Um claro sintoma de desespero intelectual ocorre quando um indivíduo, ao ver toda a sua ideologia sendo implacavelmente refutada...

Hitler era um keynesiano

Para a atual geração, Hitler é o homem mais odiado da história, e seu regime representou o arquétipo da perversidade política. Entretanto, essa visão...

Keynesianismo gerou a década perdida para os EUA

Na semana passada os americanos celebraram o final daquela que a maioria das pessoas concorda ter sido a década a ser esquecida.  O colunista...

Paul Krugman, como sempre, não entendeu nada

Em sua última coluna semanal no The New York Times, o vencedor do Prêmio Nobel Paul Krugman esgrime argumentos tão inacreditáveis, que o comitê...

A estabilização gera o caos

Os planejadores centrais mundiais já falam em suspender por tempo indeterminado as operações dos mercados financeiros (idéia recentemente propugnada por Silvio Berlusconi). Desnecessário dizer...

Austeridade, otimismo e a dissolução do estado assistencialista keynesiano

Os keynesianos e os declaradamente anti-keynesianos se deram as mãos e, atuando em conjunto, passaram a propagandear um erro intensamente keynesiano: falar sobre a...

À espera de um novo New Deal

Por vários anos, muitos de nós ficamos perplexos com uma coisa: como algo tão estúpido e destrutivo como o New Deal pôde ter sido...

As quatro etapas do populismo econômico

O populismo econômico — ou a política econômica populista — pode ser caracterizado como sendo um programa de governo que recorre a uma maciça...

Quanto mais o keynesianismo fracassa, mais ele é ressuscitado sob novas promessas de prosperidade

A doutrina keynesiana clássica, apesar do seu jargão algébrico e geométrico, é impressionantemente simples em seu âmago: recessões são causadas por uma escassez de gastos (demanda)...

O problema do crédito: o que fazer para recuperar os mercados?

Apesar das ações concertadas dos governos e bancos centrais mundiais, as bolsas seguem caindo e a recessão mundial já bate à porta. Parece que...

Keynes e os vermelhos

O terceiro e último volume da celebrada biografia de Keynes, escrita por Robert Skidelsky, John Maynard Keynes: Fighting for Britain, 1937-1946 (New York: Viking Press,...

Por que o gasto governamental piora uma recessão

Em uma recente palestra sobre Keynes, o economista Roy Weintraub mencionou uma ideia de Keynes que pode ser caracterizada como o multiplicador da confiança. ...

É verdade que Keynes era um liberal?

Keynes e o neomercantilismo Sempre houve quem classificasse John Maynard Keynes como um dos mais importantes liberais da história moderna, talvez o mais recente entre...

Oh, keynesianos, onde estais vós?

Quase todo mundo tem algo a dizer sobre a atual crise financeira e o problema sério em que nosso querido papel-moeda americano se meteu....

O keynesianismo é uma constante

Por ironia e infortúnio, um dos mais duradouros legados dos oito anos da administração Reagan foi a ressurreição do keynesianismo. Desde o final da...

Falácias keynesianas – parte II

Este artigo é uma continuação de Falácias keynesianas - parte I   Continuando com as falácias do senhor Keynes e seus seguidores, vamos neste mês mostrar...

Keynes e a economia keynesiana

O famoso tratado econômico de John Maynard Keynes, A Teoria Geral do Emprego, do Juro e da Moeda, foi publicada no dia 4 de...

Mito: crescimento econômico causa inflação

Um dos mitos mais duradouros herdados da revolução keynesiana é aquele que diz que crescimento econômico causa inflação. É comum vermos notícias nos jornais declarando...

A atual crise financeira confirma as teorias de Hyman Minsky?

A atual turbulência por que passa os mercados financeiros, a qual se acredita ter sido provocada pelo colapso do mercado de hipotecas subprime dos...

O “sonho de Keynes” é o nosso pesadelo

Como se sabe, os principais bancos centrais do mundo, a saber, o Fed, o BCE e os da Inglaterra, Suíça, Japão e Canadá resolveram...

Como a dívida do governo afeta as gerações futuras

Nota do IMB Um dos efeitos mais diretos e imediatos da recente alteração da Lei de Diretrizes Orçamentárias — que, na prática, se traduz em...

Como o Efeito Ricardo explica o fracasso das medidas de estímulo keynesianas

Na esfera econômica, um ato, um hábito, uma instituição, uma lei não geram somente um efeito, mas uma série de efeitos. Dentre esses, só...

Será que precisamos de mais Keynes agora?

Agora que os governos e bancos centrais estão submetendo suas respectivas economias a agressivas políticas monetárias e fiscais, muitas pessoas dizem que as idéias...

Desmascarando o mito da austeridade europeia (de novo)

Não deixa de ser estupefaciente os quixotescos esforços de economistas proeminentes como Paul Krugman e Joseph Stiglitz em atribuir a estagnação econômica da zona...

Keynesianismo e imoralismo

Suponha que um pai, desde a mais tenra idade de seus filhos, ensine-lhes a gastar tudo e até mais do que ganharem; incuta em...

Populismo, keynesianismo e a Argentina no buraco

Perante o agora evidente fracasso da política econômica kirchnerista, um modelo populista que vigora na Argentina desde 2003, começam a surgir nos jornais argentinos...

O fracasso da incubação keynesiana

Dois anos atrás, a economia americana encontrava-se seriamente enfraquecida em meio a uma impressionante crise bancária, a qual se espalhava por todo o mundo. ...

Um ano depois, quais os resultados dos estímulos econômicos no Japão?

Em dezembro de 2012, Shinzo Abe foi eleito primeiro-ministro do Japão com a promessa de reanimar a economia japonesa, estagnada desde o estouro da...

A “armadilha da liquidez” e seus problemas fictícios

Em seu artigo de 11 de janeiro no The New York Times, o Nobel Paul Krugman escreveu, No mínimo, aprendemos que a armadilha da liquidez...

Os austríacos, é claro, estavam certos – mais uma vez

Após mais de três anos patinando, finalmente chegou-se ao consenso de que a economia americana está novamente em recessão.  Não há crescimento econômico.  O...

A genialidade do rap estrelando Keynes versus Hayek

Nota do IMB: uma alma caridosa e extremamente competente traduziu e legendou o rap da batalha Keynes x Hayek.  Não é exagero algum dizer...

Por que é impossível o governo fazer a economia crescer

Economistas keynesianos sustentam que, para que uma economia possa gerar o máximo possível de empregos, o principal enfoque do governo deve ser o gasto...

Reagan era um keynesiano – ou seria um “liquidacionista”?

  Paul Krugman, em sua interminável busca por novas interpretações históricas que finalmente confirmem suas mais disparatadas teorias, aparentemente acredita ter finalmente feito a descoberta...

Roedores à beira do precipício keynesiano

Desde a Segunda Guerra Mundial até muito recentemente, o Ocidente — especificamente a Europa e os Estados Unidos — estava progredindo rumo a uma...

Por que é crucial o governo cortar seus gastos (com dados atualizados)

No dia 9 de setembro, o governo brasileiro teve sua nota de crédito rebaixada pela agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P). Com isso,...

Keynes e o comunismo soviético

Este artigo é a terceira parte da série iniciada É verdade que Keynes era um liberal? Veja aqui a segunda parte.Todas as referências bibliográficas estão contidas...

Quando a realidade econômica se impõe, a ideologia é descartada

O atual governo grego, sob o comando do partido de extrema-esquerda Syriza, deixou vazar um plano de implantar um profundo corte das aposentadorias: em alguns...

A situação espanhola, Paul Krugman e a paixão dos banqueiros pelo keynesianismo

Banqueiros tolos adoram pacotes de socorro dos governos.  Keynesianos também.  Banqueiros tolos detestam as consequências negativas de suas decisões idiotas.  Keynesianos também.  Banqueiros tolos...