Igrejas fechadas significam “nós te amamos”

1
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Entre minhas maiores irritações, está a insistência de Parson Goat de que ele fechou sua igreja “por amor à nossa congregação e comunidade”. Esta é a mais pura besteira: ele fechou sua igreja por idolatria do Estado.

Enquanto isso, Dave relata que está lendo sobre caridade real, e não tolices egoístas, entre os primeiros cristãos; nossos antepassados ​​sofreram pandemias e doenças reais, em vez da histeria provocada pelo COVID19. Dave cita a obra Why You Think the Way You Do: The Story of Western Worldviews from Rome to Home de Glenn Sunshine:

Ainda mais impressionante, no entanto, foi a reação dos cristãos às pessoas com doenças contagiosas. Quando surgiram doenças com risco de vida, a maioria das pessoas saiu de perto, incluindo médicos. Os cristãos reagiram de maneira diferente. … o caminho para uma vida significativa foi encontrado no serviço sacrificial a outros na imitação de Jesus. E Jesus era um curandeiro.

O resultado final é que os cristãos cuidaram dos doentes correndo grande risco pessoal. Dionísio de Alexandria relatou que durante uma pestilência que devastou a cidade:

A maioria de nossos irmãos era generosa em seu amor e bondade fraternos. Eles se abraçaram e visitaram os doentes sem medo, e ministraram a eles continuamente, servindo-os em Cristo. E eles morreram com eles com muita alegria, levando a aflição dos outros e atraindo a doença dos vizinhos para si mesmos e recebendo voluntariamente suas dores. E muitos que cuidaram dos doentes e deram força a outros morreram, transferindo para si mesmos sua morte.

E como até os cuidados básicos de enfermagem são eficazes para ajudar as pessoas a melhorar, as taxas de sobrevivência entre os doentes aumentaram por causa dos ministérios dos cristãos.

Dave acrescenta:

Quão interessante é que, quando os cristãos se concentram na eternidade, sigam os mandamentos de Jesus e realmente demonstrem “amor ao próximo”, que as taxas de sobrevivência aumentam. Mas acho que o corona é diferente, então todos devemos nos acovardar de medo…

Sim, o corona é um vírus poderoso. Ele cancelou ordens bíblicas como “Não deixemos de reunir-nos como igreja, segundo o costume de alguns” e “É preciso obedecer antes a Deus do que aos homens!”.