Conferencia Regional Madrid 2014 de European Students for Liberty, España.

Com legendas em português.

E Jesús disse: “Não há pior inimigo para a liberdade que o liberal clássico.”

Nessa palestra brilhante, ele disse essa e muitas outras verdades. A palestra inteira é gloriosa. Alguns highlights:

“Liberalismo é o ebola da liberdade individual.”

“Falar em Estado de Direito e como falar em puta virgem. É impossível, e o estado é o maior dos agressores de direitos.”

“Liberalismo é uma utopia teoricamente impossível e está condenado a morrer. Do ponto de vista científico é impossível e do ponto de vista ético é profundamente imoral.”

“O único sistema de cooperação social teoricamente possível e compatível com a natureza humana é o anarcocapitalismo.”

“Pensei até em trocar o título do meu livro sobre Socialismo na próxima edição. Pois o problema não é o socialismo, estávamos atacando um espantalho. O problema é o estatismo.”

“Apesar de brilhante, sabemos que Hayek era ‘desordenado de mente’ e nunca chegou as últimas consequências coerentes com seus próprios argumentos.”

“Prefiro um comunista ou um fascista à um liberal clássico.”

“O mais importante é que temos que repetir continuamente em todas as oportunidades que o estado é coerção, é agressão, é bala na nuca, é câmaras de gás.”

“Eu sou um revolucionário. Quero destruir, eliminar, desmantelar o estado.”

“Não podemos seguir dizendo as mesmas tolices de 200 anos atrás.” (essa ele falou na reunião da Mont Pelerin, e foi ovacionado)

“O caminho da política é um caminho perdido. O caminho importante é o estudo, a propagação das ideias.”

E ainda citou uma obra do Papa Emérito Joseph Ratzinger sobre as tentações de Jesus, estando em São Lucas que atesta: “O estado é a encarnação do demônio.”

No final, buscou justificar seu otimismo na tradição anárquica da Espanha, esperançoso que seja resgatada agora com o anarquismo de mercado e a Espanha tenha uma nova Era de Ouro e volte a ser vanguarda mundial.

Imprimir