A Ética da Redistribuição

0
Tempo estimado de leitura: < 1 minute

Prefácio

Senti-me honrado em ter sido convidado a palestrar em Cambridge, pelo famoso Corpus Christi College, e por minhas palestras serem publicadas, agora, pela University Press de Cambridge, com introdução de Sir Will Spens.  Quem dera minhas palestras tivessem sido merecedoras de tais patrocinadores!Amigos generosos ajudaram a arrumá-las, como a uma garota simples convidada a uma festa especial.  Jamais uma obra tão modesta teve o benefício de tão excelente colaboração.

O senhor e a senhora Patrick Bury gentilmente suprimiram meus maiores erros de forma, embora não pudessem remediar minha falta de jeito com emprego de uma língua estrangeira.  O doutor Ronald F. Henderson, o professor Ely Devons, de Manchester, e o professor Milton Friedman, de Chicago, revisaram as provas em seus barbarismos econômicos, e o professor Willmoore Kendall, de Yale, revisou-as como teórico político.

Seria uma péssima retribuição à sua generosa ajuda acarretar-lhes qualquer responsabilidade por minhas visões e pelos erros em que eu possa ter persistido.

Confio que fique claro para o leitor que este pequeno ensaio de nenhuma maneira representa contribuição ao grande debate sobre a redistribuição da renda, mas sim uma tentativa de chamar a atenção para valores comumente desconsiderados nesse debate.  Contribuições à civilização não podem ser corretamente avaliadas por cálculos de renda nacional.

 

BERTRAND DE JOUVENEL 9 de maio de 1951