Facebook libera defender violência contra russos

1
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Qualquer pessoa que siga os “Padrões da comunidade” das mídias sociais sabe como eles são aplicados de forma seletiva. Seu humilde escritor foi permanentemente banido do Twitter em 2019 por usar uma palavra para descrever a lentidão mental de Sean Hannity, que é usada talvez milhões de vezes por dia por outras pessoas com total impunidade. Da mesma forma, os apelos à violência contra o senador Rand Paul também são feitos rotineiramente com impunidade, em violação direta dos declarados “Padrões da Comunidade”.

Mas mesmo com toda a hipocrisia e o cinismo que vimos até agora nas grandes mídias sociais ainda ficamos chocados com o mais recente desenvolvimento, conforme relatado pela Reuters e depois pelo Washington Post: o Facebook (e o Instagram, de propriedade do Facebook) “ atualizaram” suas diretrizes de “Padrões da Comunidade” e agora permitirão apelos à violência contra os russos.

Sim, isso mesmo. Os russos – não o governo russo ou a economia russa, ou mesmo as principais figuras políticas russas, mas apenas os velhos russos – estão agora sujeitos a novas diretrizes que PERMITEM, em vez de proibir, “Discurso de Ódio” e até mesmo apelos reais à violência!

Para aqueles que achavam que os campos de internamento japoneses e os bebedouros paa negros eram um capítulo nojento, felizmente relegado à lata de lixo da história, que tinham certeza de que havíamos superado tal racismo e violência primitivos, aqui está um lembrete de que este mesmo velho ódio violento pelos outros permanece à espreita, logo abaixo a superfície, e pode ser reativado pelos poderes constituídos com sua máquina de propaganda. E a mídia social está mais do que satisfeita em satisfazer os desejos de seus mestres governamentais.

É muito claro que não estamos progredindo como sociedade em direção a valores cada vez mais superiores. Estamos regredindo para um estado de violência e selvageria. Sempre buscando inimigos para destruir. “Anti-vacinas”, eleitores de Bolsonaro, e agora simplesmente velhos russos do dia-a-dia. Mate eles. Eles são maus. Isso está certo?

O Facebook, um braço de fato do governo, agora está incentivando defesa de violência contra pessoas inocentes que sejam de uma determinada raça, origem étnica ou grupo linguístico.

O ódio racial a um grupo étnico e religioso impopular. Já não vimos este filme horrível antes?

 

 

 

Artigo original aqui

1 COMENTÁRIO