O documentário que as elites querem que você nunca veja

1
Tempo estimado de leitura: < 1 minute

 

  • O documentário “Uninformed Consent” faz um mergulho profundo na narrativa do COVID-19 – quem a está controlando e como o medo foi usado para forçar uma nova e não comprovada tecnologia de transferência de genes nas pessoas de todas as idades.
  • Entrando e saindo da história comovente da tragédia familiar de um homem, entrevistas com médicos e cientistas exploram a perda dos direitos humanos em nome da biossegurança e como a “classe de elite” lucra com tudo isso.
  • “Dividir para conquistar” – criar divisão entre as pessoas – é uma estratégia de guerra milenar. Durante o reinado de Hitler, o antissemitismo foi normalizado por meio de propaganda na qual os judeus eram comparados a “piolhos” e acusados ​​de portar doenças infecciosas. A mesma tática foi usada durante a pandemia de COVID.
  • A história pessoal que é repetida várias vezes ao longo do filme é a de um marido em luto, cuja esposa cometeu suicídio. Ela sofreu bullying implacável e assédio de colegas de trabalho e superiores por recusar a vacina e, quando finalmente foi colocada em licença não remunerada, tirou a própria vida.
  • O filme analisa o abandono total do Juramento de Hipócrates por parte do establishment médico, a cultura acima da lei da indústria farmacêutica e sua captura de agências reguladoras e da mídia, a história do consentimento informado e por que a coerção e os decretos violam este princípio básico de saúde pública, as lesões vacinais e o negacionismo dessas lesões, a corrupção nos bastidores que levou à supressão da ciência e tratamento precoce, e mais.

 

Artigo original aqui

 

Assista também este outro documentário:

Planeta Lockdown: um documentário

1 COMENTÁRIO