A maior fraude já perpetrada contra um público desavisado

72
Tempo estimado de leitura: 8 minutos

De acordo com o Dr. Roger Hodkinson, um dos principais patologistas do Canadá e especialista em virologia, a pandemia COVID-19 é a “maior fraude já perpetrada contra um público desavisado”. Hodkinson fez essas declarações contundentes durante uma conferência on-line para um Comitê de Serviços Públicos e Comunitários de Alberta.

Hodkinson é o CEO da Western Medical Assessments, uma empresa de biotecnologia que fabrica testes de PCR COVID-19, então “eu talvez entenda um pouco sobre tudo isso”, disse ele, acrescentando que toda a situação representa “a política brincando de medicina”, que é “uma brincadeira muito perigosa.”

Ele enfatizou que os testes de PCR simplesmente não podem diagnosticar a infecção e, portanto, os testes em massa devem cessar imediatamente. Ele também destacou que o distanciamento social é inútil, pois o vírus “se espalha por meio de aerossóis que percorrem cerca de 30 metros”. Quanto às máscaras, Hodkinson afirmou que:

    “As máscaras são totalmente inúteis. Não há nenhuma base de evidência para sua eficácia. Máscaras de papel e máscaras de tecido são simplesmente símbolos para fazer as pessoas se sentirem virtuosas. Elas nem são usadas ​​de forma eficaz na maioria das vezes.

É totalmente ridículo. Vendo essas pessoas infelizes e ignorantes – não estou dizendo isso em um sentido pejorativo – vendo essas pessoas andando por aí como cordeirinhos obedientes, sem nenhuma base de conhecimento, colocando máscara em seus rostos … Nada poderia ser feito para impedir a propagação do vírus além de proteger as pessoas mais velhas e vulneráveis.”

Ex-diretor de ciência da Pfizer afirma que COVID-19 é uma farsa

Hodkinson não está nem um pouco sozinho em suas afirmações. Por exemplo, Michael Yeadon, Ph.D., ex-vice-presidente e principal conselheiro científico da empresa farmacêutica Pfizer e fundador e CEO da empresa de biotecnologia Ziarco, falou sobre como testes de PCR fraudulentos estão sendo usados ​​para fabricar a aparência de uma pandemia que realmente não existe.

Como expliquei em “A ‘epidemia de casos’ assintomáticos é uma perpetuação do medo desnecessária“, usando o teste de PCR, que não pode diagnosticar a infecção ativa, uma falsa narrativa foi criada.

Atualmente, o aumento de “casos”, que na verdade são apenas testes positivos, estão sendo usados ​​mais uma vez como a justificativa para impor restrições mais severas, incluindo quarentenas e uso obrigatório de máscara, quando na verdade os testes positivos não têm nada a ver com a propagação real da doença, e nada a ver com o risco de morte.

Como vários outros cientistas, médicos e pesquisadores, Yeadon apontou que não há excesso de mortes devido ao COVID-19 (aqui, aqui e aqui). De acordo com Yeadon, que analisou as estatísticas, cerca de 1.700 pessoas morrem a cada dia no Reino Unido em qualquer ano. Muitas dessas mortes são agora falsamente atribuídas ao COVID-19.

“Estou chamando as estatísticas e até mesmo a alegação de que há uma pandemia em andamento como falsas”, disse ele em uma entrevista recente à jornalista britânica Anna Brees (veja o vídeo). Ele desafia qualquer um que não acredite nele a pesquisar qualquer banco de dados sobre mortalidade total. Se você fizer isso, verá que a contagem diária de mortes é “absolutamente normal”, disse Yeadon.

Como Hodkinson, Yeadon está preocupado com o fato de que as leis da imunologia estão sendo completamente ignoradas – aparentemente para se adequar a alguma agenda oculta.

Embora Yeadon não tente adivinhar o que pode estar por trás da criação dessas narrativas falsas, ou por que a verdade científica está sendo censurada, outros associaram evidências que apontam para a pandemia sendo usada como uma desculpa para a redistribuição da riqueza e a tomada tecnocrática do mundo inteiro sob a bandeira de um “Grande Reinício”.

Isto está sendo usado para introduzir mudanças sociais e econômicas que simplesmente nunca poderiam ser introduzidas sem algum tipo de calamidade, seja uma guerra ou uma ameaça biológica, porque envolvem uma limitação radical das liberdades pessoais, incluindo liberdade médica e financeira, e a eliminação de privacidade e propriedade privada. Resumindo, ninguém em sã consciência concordaria com as mudanças que estão por vir, e é por isso que o medo está sendo usado como uma ferramenta para coagir a obediência.

Conforme observado no Journal of Law and the Biosciences no artigo “COVID-19 Emergency Measures and the Impending Authoritarian Pandemic,” escrito por Stephen Thompson e Eric C. Ip, ambos da Universidade de Hong Kong:

    “Este artigo demonstra – com diversos exemplos retirados de todo o mundo – que há óbvios retrocessos ao autoritarismo nas ações governamentais para conter o vírus.

Apesar da natureza sem precedentes desse desafio, não há nenhuma justificativa concreta para a erosão sistêmica de ideais e instituições democráticas de proteção de direitos além do que é estritamente exigido pelas exigências da pandemia …

Com um ataque infundado sendo infligido à democracia, liberdades civis, liberdades fundamentais, ética da saúde e dignidade humana, isso tem o potencial de desencadear crises humanitárias não menos devastadoras do que o COVID-19 a longo prazo.”

Advogados alemães preparam-se para expor a fraude

Outros que identificaram a pandemia COVID-19 como uma farsa global de proporções sem precedentes incluem um grupo de advogados alemães que fundou a Comissão Corona Extra-Parlamentar de Inquérito Alemã. Eles estão agora preparando o maior processo de ação coletiva da história (veja aqui, aqui, aqui e aqui),em que procuram provar que testes de PCR fraudulentos estão sendo mal utilizados para engendrar a aparência de uma perigosa pandemia.

    “Esta crise corona, de acordo com tudo o que sabemos hoje, deve ser rebatizada de escândalo corona; e os responsáveis ​​por isso devem ser processados ​​criminalmente e processados ​​por danos civis”, disse Reiner Fuellmich durante um anúncio em vídeo do caso de responsabilidade civil do comitê.

As principais questões que o comitê busca responder por meios judiciais incluem:

  • Existe uma pandemia de COVID-19 ou existe apenas uma pandemia de teste de reação em cadeia da polimerase (PCR)? – Especificamente, um resultado de teste de PCR positivo significa que o indivíduo está infectado com SARS-CoV-2 e tem COVID-19, ou não significa absolutamente nada em relação à infecção por COVID-19?
  • As medidas de resposta à pandemia, como lockdowns, decretos de máscara, distanciamento social e regulamentos de quarentena servem para proteger a população mundial do COVID-19, ou essas medidas servem apenas para fazer as pessoas entrarem em pânico e, portanto, cumprir com os decretos que corroem a liberdade?

A equipe de Fuellmich também enfatiza que o SARS-CoV-2 – que é apontado como uma das ameaças mais sérias à vida na história moderna – “não causou nenhum excesso de mortalidade em qualquer lugar do mundo.” Medidas pandêmicas, por outro lado, “causaram a perda de inúmeras vidas humanas e destruíram a existência econômica de inúmeras empresas e indivíduos em todo o mundo”, disse Fuellmich em seu anúncio.

Conforme discutido no artigo de ontem, “Vacinas emergenciais de COVID-19 podem causar efeitos colaterais massivos“, a história moderna está repleta de sustos pandêmicos, nenhum dos quais se concretizou e correspondeu ao número de mortes projetado. Os tecnocratas no comando têm muita prática e o COVID-19 parece ser a joia da coroa de seu arsenal de guerra pandêmico.

Tudo estava no lugar desta vez. A grande mídia, as grandes empresas de tecnologia, os principais líderes governamentais, organizações não governamentais e seus “especialistas” em saúde – todos trabalharam em conjunto para fabricar o medo irracional e ilógico. Juntos, eles efetivamente promoveram falsidades enquanto, simultaneamente, censuravam a verdade. O resultado final é devastador para a democracia, a liberdade e a saúde pública.

Outros falando sobre a fraude COVID

Um profissional médico que agora está falando abertamente sobre a pandemia de COVID-19 ser uma atrevida tomada de poder pela elite tecnocrática é a Dra. Lee Merritt, uma cirurgiã ortopédica espinhal com prática médica em Logan, Iowa.

Em 16 de agosto de 2020, ela fez um discurso na convenção Doctors for Disaster Preparedness em Las Vegas, Nevada, apresentado em “Como a tecnocracia médica tornou possível a plandemia“, no qual ela dissecou as muitas mentiras assustadoras que ouvimos nesta pandemia.

Quando você olha para os dados e estatísticas reais disponíveis e os compara com o que está sendo dito por funcionários do governo e pela mídia, torna-se evidente que existe um abismo entre os dois. Os dados nos dizem que o SARS-CoV-2 não é a ameaça existencial que estão querendo fazer parecer, então, claramente, eles querem que tenhamos medo por algum outro motivo.

Merritt sugere que é porque um público amedrontado não vai lutar quando seus direitos humanos forem destruídos. Na verdade, muitos que estão com medo renunciarão alegremente a toda e qualquer liberdade. Conforme observado pelo Juiz da Suprema Corte Britânica, Lord Sumption, em 30 de março de 2020, em uma entrevista no The Post:

    “O verdadeiro problema é que quando as sociedades humanas perdem sua liberdade, geralmente não é porque os tiranos a tiraram. Geralmente, é porque as pessoas renunciam voluntariamente à liberdade em troca de proteção contra alguma ameaça externa. E a ameaça geralmente é uma ameaça real, mas geralmente exagerada.

Meu medo é que seja isso que estamos vendo agora. A pressão sobre os políticos veio do público. Eles querem ação. Eles não param para perguntar se a ação funcionará. Eles não se perguntam se valerá a pena pagar o custo …

Qualquer pessoa que estudou história reconhecerá aqui os sintomas clássicos da histeria coletiva. A histeria é infecciosa. Estamos nos preparando para uma bolha na qual exageramos a ameaça e paramos de nos perguntar se a cura pode ser pior do que a doença.”

O objetivo final é o controle total

Vladimir Kvachkov, ex-coronel da inteligência militar russa, provavelmente concordaria com a avaliação de que o fomento do medo tem um propósito diferente de nos manter a salvo de um vírus respiratório. Neste vídeo, Kvachkov se refere à COVID-19 como uma falsa pandemia, planejada e implementada com o objetivo de obter o controle totalitário sobre a população mundial.

“É tudo uma mentira e precisa ser considerado como uma operação especial estratégica global”, diz Kvachkov. “Estes são exercícios de comando e estado-maior dos poderes de bastidores do mundo para controlar a humanidade.”

Comparando-a a um exercício militar, Kvachkov diz que o objetivo final é reduzir a população mundial a 1 bilhão de pessoas “comuns” e apenas 100 milhões das que estão no controle – com as pessoas comuns presentes para servir aos 100 milhões.

Em suma, diz ele, o coronavírus “criado artificialmente” e “disseminado propositalmente” tem quatro dimensões. A primeira é a religião e a redução da população; a segunda é estabelecer controle político sobre a humanidade; a terceira é depauperar a economia mundial; e a quarta é eliminar a competição geoeconômica.

É importante lembrar que a Organização Mundial da Saúde, o Fórum Econômico Mundial e as Nações Unidas são empresas privadas, mas exercem um tremendo poder sobre os governos do mundo e agem acima das leis de qualquer nação.

As grandes empresas de tecnologia também desempenham um papel enorme nessa usurpação de poder. A tomada de poder provavelmente não teria sucesso sem elas, porque a maior ameaça aos possíveis governantes totalitários é um público informado e educado. Ao se unir para censurar certas informações e segmentos da população global, as grandes empresas de tecnologia são fundamentais para minar os alicerces da democracia em todo o mundo.

O que você pode fazer?

Cada vez mais pessoas em todo o mundo estão começando a despertar para o fato de que as restrições impostas sob o pretexto de proteger a saúde pública vieram para ficar. Elas fazem parte de um plano muito maior e de longo prazo, e o objetivo final é dar início a uma nova forma de vida, desprovida de nossas liberdades anteriores. Isso significa que, eventualmente, todos devem decidir o que é mais importante: Liberdade pessoal ou falsa segurança?

Para descarrilar o plano dos tecnocratas, temos que fazer pleno uso do sistema judicial, por isso Fuellmich e sua equipe estão processando para expor a fraude, acabar com as restrições à pandemia e restaurar nossos direitos humanos. Ações judiciais coletivas estão sendo preparadas nos EUA e no Canadá.

Ações judiciais também estão sendo preparadas na Alemanha, e a Comissão Corona Extra-Parlamentar de Inquérito está trabalhando na criação de diretrizes jurídicas e provisões de dados que advogados em todo o mundo poderão usar para entrar com suas próprias ações judiciais. Fuellmich pode ser contatado via https://www.fuellmich.com/, e o Comitê de Inquérito Corona via corona-ausschuss.de.

Para encerrar, aqui está uma lista resumida de sugestões compiladas de Fuellmich, Yeadon e outros sobre como você pode resistir e ser parte da solução:

  • Desligue a TV dos jornais da mídia mainstream e recorra a especialistas independentes – Faça a pesquisa. Leia a ciência. O boletim informativo The Defender, de Robert F. Kennedy Jr., é uma fonte confiável de notícias “proibidas”. Outras fontes incluem Médicos Americanos na Linha de Frente e Médicos pela Verdade (Médicos por la verdad – um grupo de mais de 600 médicos na Espanha).
  • Continue a combater a censura fazendo perguntas – Quanto mais perguntas forem feitas, mais respostas virão à tona. Arme-se com estatísticas de mortalidade e os fatos sobre o teste de PCR, para que possa explicar como e por que essa pandemia simplesmente não é mais uma pandemia.
  • Se você for um profissional médico, especialmente se for membro de uma sociedade profissional, escreva uma carta aberta ao seu governo, instando-o a falar e seguir as recomendações de especialistas independentes.
  • Assine a Declaração de Great Barrington, que pede o fim das quarentenas.
  • Junte-se a um grupo para ter apoio. Exemplos de grupos formados para lutar contra a tirania do governo incluem:

Us for Them, um grupo que faz campanha pela reabertura de escolas e pela proteção dos direitos das crianças no Reino Unido.

O COVID Recovery Group (CRG), fundado por 50 parlamentares conservadores britânicos para lutar contra as restrições de quarentena

The Freedom to Breathe Agency, uma equipe dos EUA de advogados, médicos, empresários e pais que lutam para proteger a autonomia e a liberdade

 

Artigo original aqui.

72 COMENTÁRIOS

  1. Se usarem o éter etílico a 100% em uma solução a 50% com água gelada nebulizando três X dia 10ml . Outra alternativa é uma solução de H2O2 a 20 volumes a 50% com soro fisiológico , Nebulizar três X dia 10ml no intuito de diminuir a carga viral no trato respiratório até aos alvéolos pulmonares impedindo a progressão da virose

  2. Bom eu tive covid 19 em novembro passei Muito mal mesmo mas me cuidei tomando remédios necessários ,minha esposa também pegou ,acho eu que passei pra ela mas por incrível que pareça o sintomas dela foi muito menos grave que o meu ela não precisou usar nenhum medicamento. Eu tive que fazer um tratamento (7 Dias)com aztromicna,predsin, iverctina(3 dias) e dipirona, passados esse tratamento eu não melhorei e fui ao médico,lá eu disse a ele que em 2018 tive duas pneumonias ai ele achou melhor prescrever um antibiótico pra não dar sopa pro azar levofloxacino 750 mg usei esse medicamento 7 Dias e como estava notando que não melhorava eu fui a um hospital e lá tomei 2 frascos de soro e um pouco de oxigênio . Fui pra minha casa e tomei mais três dias do Antibiótico mas só comecei a melhorar depois do último comprimido. Obs: a médica exigiu que eu tomasse de 3 a 4 litros de água por dia mesmo sem vontade pois o vírus ele desidrata muito a gente. Bom pessoal esqueci de informar que eu também tenho a imunidade baixa e isso pro vírus é um prato cheio como outras doenças que nos seres humanos temos . Infelizmente ele vai no ponto fraco da gente.

  3. Eu acredito no bom senso. De verdade. Acho que as pessoas que não querem tomar vacina, deveriam abrir mão do tratamento pelo SUS se fosse contaminados, assinando um termo. Acho que as pessoas que querem tomar a vacina deveriam abrir mão do tratamento do SUS, caso haja alguma intercorrência pela vacina. Pronto, fica tudo certo. Em relação a ficar em casa é mais complicado. O cidadão precisa alimentar a prole, precisa sair. Esse cara deve sair. Se o outro tem condições de trabalhar em casa de uma forma mais isolada, que o faça. Minha orientação partidária: votei no PT por 12 anos, não voto mais. Votei no Bolsonaro eleição passada, não voto mais.

  4. COMO O PAÍS DE ORIGEM FOI O MENOS AFETADO,ENRIQUECEU,ESTÁ COMPRANDO TERRAS EMPRESAS E COOPERATIVAS,TEM MATERIAL HOSPITALAR E VACINAS EM UM TOQUE DE MÁGICA?
    LEMBREM DO FATOR SURPRESA DE UMA INFECÇAO. A CHINA SERIA DIZIMADA.
    SE NÃO ENTENDEU,PODE CONTINUAR ASSISTINDO GLOBO,CNN,BAND….

  5. Não sei ao certo se tive covid, (não fui ao médico, me cuidei em casa) fiquei me sentindo fraco ,com dor de cabeça e perdi cerca de 60 a 70% do olfato. Por não acreditar no início ser o vírus, minha mulher e meu filho não tomaram nenhum cuidado e nenhum deles ficaram doentes.
    Sempre acreditei na existência do vírus, mas nunca que fosse esse “bicho papão” que mostram na tv e agora vejo que na minha ignorância eu estava certo.
    Tenho 43 anos, viajo de trens, ônibus, vans , uso máscara onde é obrigatório e vivo sem medo.

  6. Isso foi algo que tem que ser muito divulgado, pois não pode passar sem um esclarecimento para toda humanidade! Há uma enorme mudança no mundo e todos os culpados tem que ser presos e um fim definitivo dessa mídia: TV , jornais e qualquer meio de comunicação que seja teorista. Não é possível mais nos trabalhadores de todas classe sejamos sejam tratados como seres inferiores.

  7. Ouvi; fique em casa? Não obedeço ordens absurdas, 2020 foi o ano que mais viajei. Só uso máscara no comércio, fora disso nem pensar. Nunca comprei alcoal, não vou Tomar Vacina, seja de quê país for, da Oxford ou da China, onde já se viu mandar um baiano do interior do Sertão, obedecer a China, com todo respeito a Lao Tse, Confúcio, IChing, o problema não é meu? É da ConChichina!!!!

  8. Pode até ser que esse vírus tenha sido criado com alguma intenção. Mas aí teríamos que questionar:com qual interesse? Quem lucraria com isso?Vejo que hoje as terras são comerciais,então,quando mais gente no mundo,melhor, certo, porque iriam querem diminuir a população mundial?
    Trabalho em hospital e,eu vejo o investimento que está sendo feito para combater esse vírus, conheço pessoas que quase morreram por conta dessa doença, então eu admiro ainda ter alguém nesse planeta que ignore essa pandemia, devem vida e numa bolha,sei lá é tem mais,tem especialistas negando a criticidade da doença, pode até ser,mas gente,quantos especialistas estão aí afirmando o quão grave é, o mundo está todo em alerta,fico tentando imaginar o impacto negativo na economia mundial,não apenas aqui ou ali,pra finalizar,esse papo de não dar atenção a mídia de modo geral,faça me o favor,isso sim é condenar as pessoas a ignorância, temos sim que estar atentos às mais diversas notícias sobre o assunto.

  9. Estamos sendo enganados por este Covit19 querem nos destruí, e muitas pessoas estão caindo e as outras doenças cadê este mundo de hoje não e de Deus mais se deixa eles nos coloca medo 🤔🤡 estamos sendo palhaço de gente que quer o Recert povo acorda 🤯🧐

  10. A DOENÇA EXISTE MESMO, ISTO É INEGÁVEL, POREM, POLITIZARAM COMPLETAMENTE E PELA PRIMEIRA VEZ NA HISTORIA OS POLÍTICOS PASSARAM A FRENTE DA CIÊNCIA E DECRETARAM POR SUA TOTAL IGNORÂNCIA MEDIDAS DE SECIAMENTO DE LIBERDADES DO POVO. NADA COM BASE NA CIÊNCIA FOI USADA E NEM VEM SENDO USADO PARA AMPARAR TAIS MEDIDAS, ALEM DO FATO DE SER A INSTAURAÇÃO DO TOTALITARISMO. O POVO QUE TROCA SUA LIBERDADE POR UMA PSEUDO SEGURANÇA NÃO A MERECE. A FRAUDE SÃO OS NÚMEROS MAQUIADOS, A PROPAGANDA TERRORISTA DA GRANDE MÍDIA, A CAMPANHA FÚNEBRE QUE VISA APENAS, TRAZER O CAOS, O MEDO E A SUBMISSÃO DE TODOS. A HISTORIA IRÁ COBRAR MUITO CARO EM UM FUTURO PRÓXIMO AOS AUTORES E PATROCINADORES DESSA QUE SIM É A MAIOR FRADE POLITICA JÁ ARQUITETADA NO MUNDO INTEIRO. EU TAMBÉM AOS MEUS 59 ANOS JÁ MUITAS COISAS ACONTECEREM E AFIRMO QUE NÃO TROCO MINHA LIBERDADE POR NADA NESSE MUNDO. TENHO DIREITO DE ESCOLHER ONDE IR, E PARA ONDE IR. NINGUÉM PODE TIRAR ESSA MINHA LIBERDADE.

  11. Quer dizer que as mais de 1 milhão de mortes ao redor do mundo e é feito de uma farsa onde até eu que passei internado 12 dias entre a vida e a morte também era uma farsa!?? Ora, ora, VTC.
    Aparecem agora com esse papinho de bons pesquisadores preocupados como sempre e somente com a economia e a vida humana é tida como lixo, onde com certeza não morreu nenhum parente por conta da imunidade pessoal ou por terem se isolados e depois que por aqui já se tem mais de 45% de imunidade de rebanho já realizada automaticamente, mas que já se tem uma nova variante do vírus que é mais letal aos 55% da população mundial. Esse tipo de pessoas “ humanas” que só pensam no dinheiro é que deveriam ser varridas da face da terra justamente pelo vírus. Que nojo.

    • Sebastião, tem pessoas que negam até hoje que o homem pisou na lua… Enquanto essas pessoas não forem parar no hospital, não acreditarão. Confesso que tenho uma nanômetro de felicidade quando vejo negacionistas nas UTIs.

      Fico feliz por saber que você se recuperou!

      • Queridos, vocês conseguem entender que não importa quantas pessoas que vocês conhecem sejam hospitalizadas ou morrem, isso não altera em nada a taxa de mortalidade e de hospitalização da doença? Me diz que conseguem, por favor. Prefiro dar uma chance antes de chamar vocês de burros. A taxa de mortalidade da doença é baixíssima, e, dependendo da faixa etária, diminui mais ainda. Para menores de 45 anos a mortalidade é praticamente ZERO. Estupidez tem limite…

    • Tu comes, sem dinheiro, tu te vestes, sem dinheiro, tu te deslocas sem dinheiro, tu estás satisfeito com saúde pública, com o transporte público? Só não pensa na necessidade de dinheiro, quem vive às custas do dinheiro de alguém: pais, familiares e até os serviços sociais, custeados pelo trabalhador comum que paga impostos.

    • Tem um colega de trabalho que hoje acredita na epidemia. Infelizmente, o pai machucou o quadril. Foi para o hospital, teve que fazer cirurgia. Estava jóia, muito….. Pegou Covid, morreu sete dias depois. Ele mudou de ideia. Mas infelizmente foi atacado, menosprezado por sua crença no início. O que eu falo é, cada um sabe o que é melhor pra si. Viva dentro do seu direito,bem invadir o direito do outro. O fato de alguém não acreditar na doença e perder um parente não pode ouvir: bem feito.

    • Não existe dicotomia entre vidas humanas e economia. Falsa dicotomia típica de gente burra. Você é que não passa de um falso moralista, que acredita que a vida humana não passa de instrumentalização de desmandos ditatoriais baseado em falácia de probabilidade de risco. Incompetente e incapas de assumir riscos por conta, pois, perderia emprego, lazer, etc… e vendo as demais pessoas na sociedade livres a inveja não permitiria lidar com isso, logo precisa que todos sejam enclausurados juntos, para afagar seu ego. Não passa de uma piada.

  12. Vejo com tristeza toda essa palhaçada de pandemia, tenho 59 anos e não aceito que ninguém me imponha regras, faço o que quero e como quero . Percebo que é muito fácil colocar cabresto no povo ignorante e desenformado . Não sou idiota e o que vejo é uma mídia podre, pessoas que preferem viver na ignorância e não percebem o óbvio. Fiquem em casa vocês que insistem em acreditar eu vou viver . Ao cidadão que falou que quer um seguro de um milhão pra sair às ruas , vá trabalhar , use seu tempo pra ler , se informar e não falar merdas como essa , se você está doente e acha que tem que se resguardar problema é seu e não imponha aos outros sua ignorância .

  13. Faça uma visita ao Google sobre epidemias históricas e relatam os estragos causados atingindo
    milhões de mortes , e certamente encontrarão registros de mais de 50 milhões de mortes no continente europeu. Embora já tenha passado dos 80 não fui , e acredito não serei alcançado por ter a imunidade bastante alta. Pergunto : que dizer de amigos e amigas atingidos pelo vírus que os levaram precocemente para “outra esfera ” .

  14. O artigo escrito com clareza e alto padrão de respeito. Pena que alguns leitores foram tão infelizes, falando de forma tão agressiva e mal educados, também desrespeitando a opinião de alguns.
    Deixo minha indignação com a postura e linguagem de alguns comentários, não do artigo.

  15. Em março , eu já desconfiava que era falsa, essa pandemia.comentei em grupos, que comungam da mesma ideia, mas … ficamos sem voz. Como um grupo de leigos, poderiam implantar uma teoria, sem o aval do poder imposto? Já cheguei até aqui, tive gripe sazonal, não recorri a hospital algum, pois como eu disse, não acreditei na mortal pandemia. Acredito no COVID, como acredito em outros vírus gripais. Por isso, concordo plenamente, com o artigo. Lamentável o que fizeram e ainda estão fazendo com a economia do meu país. 🇧🇷

  16. SÓ ELOGIOS.

    Agradeço a todas as sugestões que foram dadas. Todas no campo pessoal. Todas infundadas por desconhecimento da pessoa. Todas fora do meu texto original. Mesmo assim serão levadas em consideração.

    Creio ser difícil a população ter uma postura uniforme conforme sugere o artigo. Somente a menor minoria (eu) pode decidir o que é melhor para si. A liberdade é uma questão pessoal. Na minha residência posso determinar as exigências. Nas de todas as outras pessoas sou obrigado a aceitar as delas. Nos lugares públicos, só o bom senso e a ética poderão ser aceitas para evitar conflitos.

    Resta-me ficar distante. Continuar lendo os artigos do Rothbard Brasil e só fazer elogios. Fazer o mesmo que Jhon Galt, Rearden, Dagny e outros (A Revolta de Atlas – Ayn Rand) e retornar para a montanha. Eles descobriram que não precisam de um mundo hostil aos seus pensamentos e ações. Eu também.

  17. As pessoas devem se perguntar como uma conspiração mundial pode funcionar sem que todos aqueles que estão se beneficiando dela não estejam de acordo ou não tenham sido avisados. É fato que o Dória minimizou o vírus chinês, inclusive não cancelando o Carnaval. Será que após o carnaval a sua linha direta com as elites globalistas foi acionada?

    A questão é que o movimento por trás deste complô e maior golpe político de todos os tempos sabiam o que esperar quando deram início de maneira discreta na Fraudemia a partir da China. Os amarelos derrubaram a primeira peça do castelo de dominó, o resto foi só a consequência natural de governos operando descentralizados. Se eles marcassem um dia D para tudo e combinassem com todo mundo, não sairia tão perfeito. Os países foram se entregando sem oferecer resistência graças a ação das máfias estatais locais e a mídia corporativa – que continua atuando até hoje.

    Eu perdi o meu tempo assistindo o jornalzinho da Rede Goebels das 20:30, o Jornal Necrotério, os primeiros dias depois que a Fraudemia começou na Europa. É notável como as imagens de caminhões do exército italiano levando corpos em comboio eram repetidas ad nauseum e, da mesma maneira, como sumiram quando se estabeleceu que o fechamento era a única solução para evitar o mesmo aqui.

    No início eu compreendia um pouco os pandeminios, levados por uma onda realmente espetacular de notícias sobre o vírus. Mas hoje já fica difícil, já que as evidências de um golpe se acumulam. E uma prova de tolerância do povo – não submissão, para a possibilidade do vírus ser real, que somente muitos meses depois as pessoas começaram a se organizar para fazer um boicote. Ou seja, acusar de negacionistas a quem o tempo mostrou que trata-se golpe político, é de uma canalhice pura.

    Eu desde o início sabia, afinal, sou libertário há muito tempo. O único momento em que por nanosegundos eu fiquei preocupado foi quando o genocida do Átila Covid – 19 divulgou aquele video infame. Se tem um criminoso de guerra nesta história é esse filho da puta.

  18. Primeiro, ninguém está impondo nada aqui! Única instituição que impôs alguma coisa foi o estado através da coerção que é tão conveniente.
    Segundo, o texto apenas foi traduzido pelo Instituto Rothbard.
    Terceiro, o intuito é ser uma mídia independente libertária que luta pela verdade, não que vc tenha que acreditar em tudo que é postado aqui, mas é esse o intuito.
    Quarto, está desmerecendo o artigo de um especialista que rivaliza com os “especialistas” da globo, que ao meu ver, de nada entendem, desde economia básica até saúde que é do que se trata essa “pandemia” imposta.
    Quinto, quer cuidar da sua saúde em casa, com máscara, banhando-se em alcool gel, tudo bem meu querido, nada contra, o problema é: pq caralhos eu tenho q fazer a mesma coisa? Por que caralhos eu tomo multa se não quiser andar uma com uma merda duma focinheira que não me deixa respirar direito? Isso está mais que claro que é por puro capricho e controle estatal, não percebe quem não quer. Insisto, quer fazer isso blz, mas não me obrigue alegando esse falso moralismo imposto de “cuidar do próximo”.
    Sexto, deixe de ser prepotente! um pouco de humildade e mente aberta às opiniões que vão contra o teu ego inflado faz bem.

    Antes do fatídico 14/03/20 que o Sr. cita a febre amarela, gripe comum, Aids (afinal, de acordo com a lógica dos “especialistas” morrer DE e COM passou a significar a mesma coisa), nos piores cenários, mataram muito mais num mesmo período de tempo que a merdinha do covid-19 e ninguém teve que usar máscara, álcool gel, para de foder, ser trancado como um animal ou criminoso por estar doente, de visitar família, amigos etc…

    Passar bem meu caro.

    • Tenho a nítida impressão que o artigo não se garante. Eu tenho dúvidas sobre seu conteúdo absolutamente afirmativo. O artigo é genérico. Insinua que todas as pessoas que se acautelam são incapazes de pensar.

      Ao invés da oportunidade de um debate, recebo agressões. Curioso esse posicionamento aqui. Muito diferente do que pregam de Mises, Mill, Hayek, Rothbard e Hoppe sobre liberdade de ideias em seus diversos livros. Distinto do que é encontrado nos livros de Aristóteles (Ética a Nicômaco, Política, Dos Argumentos Sofísticos).

      Depois desse debate, vou deixar o artigo no campo da ideologia radical, onde tem valor para fanáticos.

    • Acredito que o artigo não se garante ao apontar uma receita para todas as pessoas indiscriminadamente. Também, meu questionamento não pede que ninguém deixe de segui-lo. Apenas disse que tinha dúvidas e que me colocava entre os ignorantes descritos no texto.

      O tom agressivo dos comentários contra minha manifestação, diferem muito do que leio em Mill, Mises, Hayek, Rothbard e Aristóteles (Ética para Nicômaco, Política, Dos Argumentos Sofísticos) sobre liberdade de pensamento.

      Vou deixar ESTE ARTIGO no campo das ideologias. Continuarei pensando.

      • Amigão, tu está completamente errado. Este Instituto não lida com ideologias, pois não está comprometido com nenhum grupo político, só com a verdade. Ideologia é apenas a justificação de um grupo dominante para chegar ou se manter no poder. Neste sentido, é a Fraudemia que é uma ideologia, pois está servido de maneira completa e eficiente ao sistema. Mas uma coisa é certa: sem milhares de bovinos escondidos nos estábulos com medo de um vírus transformado em um alienígena vindo do espaço, nada disso seria possível.

  19. Li com muita atenção todo o texto, isento de preconceitos e pronto para aceitar as opiniões.

    Tenho 65 anos, portador de doenças crônicas e hereditárias. Eu gostaria muito de seguir todas as sugestões reacionárias existentes no artigo e retornar ao meu cotidiano de antes de 14/03/2020. Um verdadeiro sonho.

    Estou inseguro. Sou uma pessoa ignorante, conforme o texto. Então faço uma proposta. Eu saio sem máscara, deixo de usar álcool 70°, retorno aos ambientes povoados e, em troca, o Instituto Rohbard, ou o Dr. Joseph Mercola me dão um seguro de vida, no valor de US$ 1 milhão, cujas beneficiárias sejam minhas três filhas, para o caso de eu vir a morrer em razão da SARS-coV-2?

    Por esse valor, serei um liberal de front.

    • Amigão, pelo seu quadro, você vai morrer de qualquer jeito em breve.. Já está perto da média da expectativa de vida normal e está todo fudido. E as chances de você morrer DE (não COM) covid-19 são mínimas. Deixa de ser otário e viva o resto de sua vida como um homem e não como um rato covarde, acuado com medinho de uma uma fraudemia incitada por políticos e pela mídia. Deixa de ser otário, seu otário.

      • Você garante o seguro conforme proposto? Você garante minha imunidade? Ou só sabe ofender quando alguém pensa (diferente). Que tipo de liberal é você?

        Este é um site com artigos que só devem ser aplaudidos?

        • 1- Quem “garantiu” sua imunidade a todas as doenças ao longo dos seus 65 anos? Talvez seus amados líderes políticos…
          2- Cadê a “isenção de preconceitos”? Pelo jeito não estava tão “pronto para aceitar opiniões”…
          3- Esse foi o aprendizado ao fim de 65 anos, mitigar a insegurança e ignorância com dólares? Coincidentemente, políticos também se inspiram na profissão mais antiga do mundo…

        • Você quer que o resto do mundo seja paralizado porque você é cheio de comorbidades e tem risco de pegar a doença? O problema é que a maioria do mundo não é como você. Talvez sejam burros de forma similar, mas definitivamente não são como você.

        • A sua proposta não é justa, pois você não oferece em troca nada no mesmo padrão, a não ser sua suposta “conversão” ao “liberalismo”, o que, para a causa libertária, não é nem perto de vantajaso.

          Além disso, para as coisas ficarem interessantes, você deveria também aceitar ajustar um contrato, com direitos e deveres. Por exemplo, se você se expusesse e não morresse num prazo determinado de dias, teria que pagar 10 vezes o valor que estivesse pedindo.

          Cenários à parte, já que você fala em seguro, do jeito presunçoso que você propõe sua versão da brincadeira, iria parecer que está tentando dar um golpe financeiro por estar próximo do fim da vida. Se você fosse alguém pleiteando um seguro de vida junto a empresas, pelo seu histórico e idade, de certo que seu perfil teria muitas negativas. Seu prêmio seria considerado de alto risco. E sua franquia seria bastante elevada.

      • Concordo totalmente com vc! Aqui em casa me chamam de várias coisas por não querer me submeter a esses desmandos! Só uso máscara nos lugares onde tenho que frequentar OBRIGATÓRIAMENTE! A humanidade caminha para seu fim como pessoa , como ser humano como gado, para a matança!!

    • Parabéns pelo comentário Luiz Carlos, não tenho comorbidade alguma, como minhas filhas também não tem, como minha cunhada não tem, como meu irmão e irmã não tem, e ambos pegaram a covid-19, graças a Deus estão bem, faço o mês no desafio ao Instituto por um valor menor.

      • Fique em casa você. Não adianta usar argumentos de falsa moralidade terceirizando responsabilidades de risco individual. Quem tiver medo fique em casa por conta propria e tome as devidas precauções. Não existe direito de obrigar alguém a nada baseado em probabilidade de risco. “aumenta meu risco” dane-se.

    • Não entendo como esse vírus nasceu em um país de maior população mundial e conseguiu controlar rapidamente a infecção e mesmo antes de se propagar mundialmente a sua industria já estava estocada de respiradores máscara teste e tudo + q poderia se beneficiar deste mercado criado pela pandemia!no Brasil tudo q vem da esquerda é suspeito, não merece crédito pois ela mesma está enraizado em escândalo de malandragem e corrupção e em nenhum momento se vê um artigo contra o criador de tudo isso, em casa todos nós pegamos o vírus eu com 59 anos quando tive, minha mulher 3 filhos, genroe minha eis mulher africana q acompanhava minha filha quando ganhou menino esteve todo o tempo ao lado das filhas e do genro infectado e não se contaminou, uma coincidência na África ela fãs o uso de ivermectina por falta de saneamento básico e de cloroquina por uma artrite , em momento algum os políticos de esquerda dão atenção a estes remédios q pode ser a salvação de muitas vidas