Nota sobre a saída de Helio Beltrão do IMB

5
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

541067_10151066966871356_1505970110_nO IMB vem informar que o ex-presidente Helio Beltrão não faz mais parte do seu quadro.

Helio, que por anos foi o financiador do instituto, prossegue com suas atividades de ativista liberal e com o desligamento pode se focar em suas atividades que compreendem entre outras:

Revista Acadêmica Mises, Podcast de Bruno Garshagen, Instituto Millenium, apoiador de IFL, IEE e Rede Liberal.

A incompatibilidade nas ideias fundamentais de Helio com o IMB estavam se tornando um empecilho, vez que suas teses como “imposto nem sempre é roubo”, “reserva fracionária não é fraude”, “livre mercado de ética”, “ciclos de kondratiev”, “banco central austríaco”, “legitimidade do estado possuir propriedades”, “ser contra a secessão per se”, e outras teses que se encontram em oposição ao austrolibertarianismo defendido pelo Mises Institute e o IMB, além de sua íntima aproximação com o Partido Novo eram constantemente rebatidas com artigos do instituto que ele mesmo presidia, gerando grande constrangimento para o mesmo.

Com seu desligamento do instituto ele fica livre da rigidez cientifica e de princípios que o IMB exige e pode dar vazão à suas atividades de ativista liberal.

A saída de Helio implica também que o professor Ubiratan Iorio não faz parte do IMB e segue no projeto da revista acadêmica, assim como aqueles que nunca fizeram parte do IMB e agora se somaram ao Helio para tocar seus projetos pessoais como Rodrigo Marinho e Alex Catharino.

O IMB segue sua política de creative commons para seu conteúdo e o novo instituto de Helio, que já conta com um COO, pode reproduzir todo o nosso conteúdo. Com o tempo solicitaremos a mudança de nome da Revista Acadêmica e do Podcast do Bruno para que não haja mais confusões.

O IMB sempre será grato ao apoio dado por Helio Beltrão no tempo que foi nosso financiador e a ideia do Helio de estrela do mar se aplica na prática com a saída dele para novas empreitadas.

Equipe IMB

5 COMENTÁRIOS

  1. “O IMB sempre será grato ao apoio dado por Helio Beltrão no tempo que foi nosso financiador e a ideia do Helio de estrela do mar se aplica na prática com a saída dele para novas empreitadas.”
    KKKKKKKKKKKKKK tão de sacanagem hackearam o site?

  2. Sempre entendi que divergências no seio do liberalismo (Austríaco, Randiano, Libertário ou que nome tenha) fosse saudável e estimulante do debate e o aperfeiçoamento das ideias. Ademais, entendo que o liberalismo somente pode crescer com uma posição moral, filosófica, econômica e política em torno de pontos básicos, como uma grande frente para enfrentar o o domínio estatista. Do contrário, seremos apenas grupos ou seitas radicais, sem condições de conquistar a necessária proeminência cultural e, depois, política.