Os Princípios Fundamentalistas da Covidolatria

6
Tempo estimado de leitura: 9 minutos

Atualmente, não temos dúvida nenhuma de que o coronazismo transformou-se em uma seita. Uma seita de pessoas controladas pelo pânico, pela histeria e pelo medo, que cultivam uma crença irracional e absurda no sistema político, e em todos os porta-vozes oficiais do culto globalista covidiano. Como criaturas irracionais que não contestam nem questionam o sistema, os adeptos dessa nova seita de histeria e pavor institucionalizados seguem um conjunto ortodoxo e fundamentalista de princípios homogêneos, que ficou facilmente detectável depois que o sistema deflagrou a covidolatria.

Os mandamentos da religião covidiana são basicamente esses:

1) Acredite em tudo o que a mídia diz. Não conteste, não questione, não raciocine. Apenas obedeça cegamente. Odeie com fanatismo, furor e intransigência todas as pessoas que cometem a audácia de questionar, raciocinar ou contestar qualquer mandamento da seita. Seja profundamente intolerante. Todos os livres pensadores são um perigo real para a hegemonia da covidolatria.

 

2) Obedeça cegamente à classe política e todos os iluminados que são ungidos por ela. Não conteste, nem questione os sacrossantos mandamentos proferidos pela infalível classe dirigente. Apenas obedeça. Eles sabem o que é melhor para você, para a população e para toda a humanidade.

 

3) Preste atenção em tudo o que a mídia diz e acredite com fervor e veemência em todas as informações divulgadas na televisão. Novamente, não conteste, não questione, não desobedeça às ordens proferidas. Os veículos oficiais de comunicação transmitem verdades oficiais absolutas sobre a seita e tudo o que está relacionado a ela.

 

4) Absorva com muito medo, apreensão e aflição tudo o que você ver e ouvir sobre o coronavírus. Seja totalmente servil e subserviente e aja de acordo com as ordens e declarações exigidas pela grande mídia. Seja um cordeirinho passivo e obediente, é exatamente isso o que o sistema espera de você.

 

5) Inverta tudo. Considere a ignorância uma virtude e o conhecimento algo perigoso. Chame de sabedoria e inteligência a obediência cega, e considere a contestação, o questionamento e a análise científica como sendo atitudes terrivelmente perigosas e subversivas. Chame superstição de ciência, e a verdadeira ciência de teoria da conspiração.

 

6) Chame de conspiracionistas e negacionistas todos aqueles que ousarem proferir ou defender apontamentos contrários à seita covidiana. Quem ousar pensar por si próprio, ou pior ainda, revelar que coronazistas são pessoas ingênuas convenientemente manipuladas para se sujeitarem voluntariamente ao maior experimento de engenharia social da história deve ser ativamente perseguido e desmoralizado.

 

7) Da mesma forma, chame de Fake News todas as informações que não agradam você, e cometem a heresia de contestar, criticar ou divergir da narrativa oficial do sistema. Apoie as agências de “checagens de fatos”. Acredite com fervor e convicção que elas realmente fazem um trabalho imparcial e importante, e que elas genuinamente desejam proteger você de informações perigosas.

 

8) Suplique constantemente pelo advento do supremo deus da seita, a vacina. Quando finalmente vier, essa gloriosa e radiante divindade fornecerá o retorno da esperança, da alegria e da vitalidade para todas as pessoas do planeta Terra, restaurando assim o jardim do Éden, exatamente como era o mundo antes do coronavírus.

 

9) Defenda ativamente a vacinação obrigatória. Afinal — mesmo sem ter conhecimento algum sobre sua composição, eficácia e segurança — ninguém pode deixar de ser abençoado pelo poder redentor e milagroso desse glorioso deus. As pessoas devem ser beneficiadas por essa graciosa dádiva, mesmo contra a vontade delas. A seita covidiana não aceita nem tolera o livre-arbítrio. Tudo deve funcionar na base da ameaça, da agressão, da coerção e da intimidação violenta.

 

10) Se pessoas morrerem ou tiverem reações como choque anafilático, anafilaxia ou outros problemas graves em consequência da vacina — o que já está acontecendo — você pode ignorar todos esses fatos em nome do seu bem-estar pessoal e da sua falsa sensação de segurança. Afinal, o sistema prometeu que a vacina resolverá todos os problemas da humanidade, e assim você tem uma justificativa plausível para conservar a ilusão de que a sua vida voltará a ser como era antes.

 

11) De qualquer maneira, os burocratas do sistema político afirmaram que a vacina é segura, e para todos os coronazistas, a palavra e a certeza de políticos é suficiente. Não há a menor necessidade de exigir provas ou evidências adicionais. Portanto, não existem razões pertinentes para se duvidar do venerável poder sacrossanto da vacina — divindade cujo advento se aproxima, para a glória e honra da seita covidiana.

 

12) Os gigantescos e onipotentes conglomerados farmacêuticos são indústrias movidas pelo bem, pela compaixão, pela generosidade e pelo amor ao próximo. São companhias que não fazem absolutamente nada movidas por interesses egoístas. Dizer que elas buscam lucros obscenos ou a expansão de sua influência corporativa são graves calúnias, difundidas por negacionistas e conspiracionistas malignos que tentam ativamente comprometer a credibilidade do deus-vacina. Notícias que divulgam fraudes ou escândalos relacionados a indústria farmacêutica devem ser sumariamente ignoradas, pois nada deve macular a imagem de impecável integridade da seita covidiana.

 

13) Defenda ativamente o poder coercitivo e o uso da violência estatal para que todos os dissidentes sejam obrigados a seguir os mandamentos da seita. Os simpatizantes do nazismo faziam o mesmo, não faziam? E afinal, o que há de errado nisso? Em nome da suprema lealdade à seita, é necessário defender punições rígidas contra todos os hereges e dissidentes, incentivando até mesmo o internamento compulsório de todos eles em campos de detenção, se necessário.

 

14) Violência cometida contra todas as pessoas que não aderirem à narrativa oficial do sistema é justificada. Afinal, a seita covidiana está certa — a mídia, a classe sacerdotal política e os cientistas favoritos do culto garantem isso —, e todos os seus opositores estão errados, porque assim foi unilateralmente estabelecido pelos líderes máximos do culto globalista coronazista.

 

15) O sistema político, o establishment e tudo aquilo que o compõe é totalmente confiável. Não existe a menor necessidade de se contestar ou questionar seus mandamentos. O cinismo, o ceticismo e a dúvida são coisas de negacionistas conspiracionistas. A seita covidiana tem parâmetros absolutos muito bem definidos, e todos aqueles que não se inclinarem ao seu poder devem ser abertamente hostilizados e perseguidos.

 

16) Ciência é apenas aquilo que se enquadra na narrativa oficial do culto. Tudo aquilo que não for aprovado e sacralizado pelo sistema — não importa se foi declarado, escrito ou publicado por um médico, por um cientista, por um epidemiologista ou por um virologista — é uma heresia inaceitável se contradiz os princípios oficiais da seita covidiana.

 

17) Devemos ter confiança plena e absoluta em tudo o que sistema diz. Na seita totalitária fundamentalista covidiana, não existe espaço para dúvidas ou divergências. O que se espera dos adeptos é a total obediência cega e absoluta.

 

18) Os integrantes da classe política são os sacerdotes oficiais da seita covidiana. Tudo o que eles falam, decretam ou exigem da população deve ser sumariamente obedecido, não importa quão estúpida, imbecil ou irracional sejam as ordens proferidas.

 

19) Desconfie de todos aqueles que não são guiados ou controlados pelo pânico, pela histeria e pelo medo. Pessoas que se atrevem a levar suas vidas dentro da normalidade são uma verdadeira ameaça para o sistema e para a manutenção da seita.

 

20) Hostilize completamente quem se atreve a não usar máscaras. São genocidas em potencial propensos a espalhar germes e evidentemente estão com vontade de matar centenas de milhares de pessoas. Ninguém deve sair impune ao cometer a audácia de rejeitar o símbolo máximo da obediência e da submissão. Além do mais, ao usá-la, você estará sinalizando suas magnânimas e esplendorosas virtudes. Todo mundo ficará sabendo que você é uma pessoa leal e obediente, que se preocupa com os outros e está determinada a proteger a humanidade de um vírus.

 

21) Defenda ativamente lockdowns, quarentenas, distanciamento social, uso obrigatório de máscaras, e todas as demais bestialidades e irracionalidades aprovadas pelo sistema. Finja que essas coisas funcionam, que salvam vidas. Ignore totalmente dados concretos e factuais que mostram como todas essas depravações malignas ajudam a matar ainda mais pessoas, por gerar uma multiplicidade de outros problemas. Lembre-se, aderir a nova crença globalista consiste em ignorar ativamente a realidade, e tudo aquilo que contradiz os princípios da seita.

 

22) Ignore amplamente a falência generalizada de empresas, o desemprego, a fome e o aumento dos suicídios. Finja que essas coisas jamais existiram. Afinal, são lendas, fábulas e mitos difundidos por conspiracionistas e negacionistas sórdidos, determinados a comprometer a integridade da seita perante a opinião pública.

 

23) Pense primeiro em você. Você e a sua saúde são a prioridade absoluta do sistema. Quem não fizer o que você ou a seita covidiana ordenam é uma pessoa egoísta. O mundo tem a obrigação de parar, todas as pessoas do mundo devem ficar trancafiadas em casa para que você se sinta seguro e feliz. Na verdade, você tem o direito de exigir das pessoas tudo aquilo que é compulsoriamente ordenado pela seita covidiana.

 

24) Você é o centro do universo. O pânico e o medo que você sente lhe dão autoridade plena sobre terceiros, direitos incontestáveis e absolutos de mandar nos outros. Você pode até mesmo exigir que o estado empregue violência contra todos aqueles que não fazem o que você acha que é certo. Afinal, você é membro de uma seita global poderosa, portanto todos os dissidentes devem fazer o que você ordena, e se inclinar diante do seu majestoso poder de intimidação. Lembre-se, você faz parte da maioria emburrecida e idiotizada — utilize o poder da pressão coletiva a seu favor.

 

25) Denuncie aglomerações, comércios em atividade e pessoas que ousaram se reunir pacificamente para se divertir e confraternizar. Chame a Gestapo. As pessoas estão terminantemente proibidas de se reunir porque isso ofende a sua sensibilidade e contraria mandamentos fundamentais da seita covidiana — como liberdade e direito à livre associação. Como o retardado totalitário fundamentalista imbecil que você é, a lavagem cerebral que o sistema fez em você o condiciona ativamente a denunciar hereges, rebeldes e dissidentes aonde quer que estejam; afinal, todos devem ser obrigados a integrar a seita covidiana, mesmo contra a vontade, e seguir todos os mandamentos compulsórios da covidolatria, sob ameaça de serem enviados para o Gulag mais próximo ou para campos de reeducação do estado.

 

Esses são, basicamente, os mandamentos seguidos religiosamente pelos integrantes da seita covidiana. Como todos os mandamentos são invariavelmente totalitários — e os seguidores da seita são condicionados a obedecer cegamente o sistema —, é fácil perceber como a liberdade dos indivíduos está seriamente ameaçada nesse cenário.

Covidiotas são basicamente movidos pelo pânico, pelo medo e pelo pavor, e não toleram pessoas que não foram subjugadas pelos mandamentos fundamentalistas da nova seita globalista. Muitos deles farão qualquer coisa para intimidar os dissidentes, bem como todos aqueles que não são controlados pela histeria e pela apreensão institucionalizadas pelo sistema.

O que realmente está por trás disso?

Todos os mandamentos da covidolatria podem ser basicamente resumidos em um ciclo bastante simplório de sugestões inconscientes:

Assimilar e compreender ordens Não contestar Obedecer Repetir Assimilar e compreender ordens Não contestar Obedecer Repetir → E prosseguir nesse ciclo indefinidamente 

Essa deplorável automatização do comportamento humano — que está sendo gradualmente treinado para obedecer prontamente determinados impulsos e condicionamentos — evidencia um aspecto sombrio do novo sistema: os senhores do mundo não querem apenas dominar as pessoas, mas buscam redefinir a própria natureza humana, programando-a para simplesmente responder a determinadas situações de forma quase instintiva. Através da mídia e dos principais veículos de comunicação, a obediência está sendo paulatinamente instilada nas massas de forma consciente e inconsciente como a mais importante das virtudes.

Como poucas pessoas tem os necessários recursos intelectuais para resistir a toda essa brutal campanha maciça de doutrinação sistemática, elas invariavelmente acabam assimilando tudo aquilo que o sistema transmite a elas — acreditando que tudo aquilo é, necessariamente, verdade —, e passam a responder aos estímulos recebidos exatamente da forma como o sistema as condicionou.

Todo esse processo nefasto está sendo executado por um elaborado sistema de doutrinação em múltiplas camadas, responsável por ativar todos os instintos diretamente relacionados à sujeição, que se empenham em inibir na mesma proporção todos os elementos cognitivos de nossa atividade cerebral responsáveis por priorizar o comportamento racional de forma consciente diante dos estímulos externos. Ou seja — através da covidolatria e de todos os seus mandamentos —, a Nova Ordem Globalista está ativamente programando os seres humanos de acordo com a sua vontade, através de um sofisticado e eficiente programa de engenharia social. O mandamento máximo dessa nova seita é a sujeição plena e absoluta. Por isso o condicionamento total à obediência está sendo potencializado e levado aos seus limites mais extremos, principalmente através da mídia, que é o veículo oficial de doutrinação do sistema.

Isso é compreensível do ponto de vista do sistema tirânico e escravagista. Afinal, é muito mais fácil controlar as massas quando elas não pensam, não raciocinam, não questionam e apenas obedecem. Pessoas que pensam, questionam e contestam são uma ameaça intolerável para um sistema autoritário e onipotente.

Outra vantagem para o sistema nesse caso é a economia de recursos na tarefa de subjugar a população; afinal, ao invés de empregar a repressão do estado policial para oprimir e controlar os cidadãos através da força bruta, o custo-benefício acaba sendo muito maior quando se usa a doutrinação como ferramenta de dominação das massas. A repressão através da violência, inclusive, pode ser contraproducente, visto que acaba gerando ressentimento na população, e isso facilmente pode se transformar em combustível para rebeliões e revoltas populares — algo que o sistema busca evitar a todo custo.

Conclusão

Se teve uma coisa positiva na covidolatria, foi o fato dessa nova seita de pânico e histeria irracional das massas ter servido para revelar as enormes multidões de imbecis e idiotas úteis que infestam a sociedade humana, e que são estúpidos o suficiente para lutar ativamente pela sua própria submissão, bem como pela escravidão de terceiros.

Na presente situação, viemos a descobrir em quem podemos confiar e quem não merece nossa confiança. Infelizmente, uma expressiva parcela da humanidade é feita de idiotas facilmente manipuláveis e impressionáveis, que acreditam em qualquer panaceia se ela for proferida por um burocrata do estado ou se for veiculada na televisão.

De qualquer maneira — como em todo despotismo —, a covidolatria vai dividir as pessoas em dois grupos: haverá o rebanho de submissos de um lado (a grande maioria zumbificada) e o de insurgentes da resistência de outro (a minoria pensante). De qualquer maneira, manter a sanidade no meio da multidão de zumbis nos prepara para enfrentarmos os tempos ainda mais difíceis que virão, com a total cumplicidade das massas letárgicas e apáticas.

6 COMENTÁRIOS

  1. Fui cancelada por inúmeros coronazistas q agem exatamente dessa forma. Só acrescentaria ao texto: qdo chegarem suas férias, viaje para o nordeste ou qq outro lugar q esteja na moda, festeje, não use máscara, chuva de fotos no insta… mas ao final, lembre-se de voltar a seguir as regras bestiais de sempre. A hipocrisia tem q ser mantida e defendida a qq custo.

  2. Artigo sensacional, tendo seu autor conseguido o impossível: superar-se a si mesmo desta vez, e isto já tendo atingido outro feito incrível: ser simplesmente o melhor articulista de um site cujos textos são todos primorosos (e oriundos de várias partes do mundo) !
    Parabéns e muito obrigado ao Hertzog e ao Instituto Rothbard.

  3. Excelente texto!

    Gostaria de deixar uma sugestão: John Dewey. Esse homem era um adepto da religião socialista e foi responsável pelo atual sistema educacional, que torna as pessoas disléxicas e emburrecidas. Na visão dele, essa era a única forma de implantar o socialismo na América.

    Caso já tenha um artigo sobre o tema, por favor, desconsiderem.

    Abraços!