Síndrome da Insanidade Vacinal

1
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

No início de janeiro, Justin Trudeau, primeiro-ministro do Canadá, postou uma mensagem no Twitter na qual anunciava que havia acabado de receber seu reforço da vacina Covid e instou outros a fazerem o mesmo.

No final de janeiro, Justin Trudeau postou uma mensagem no Twitter em que anunciava que havia testado positivo para Covid-19.

Surpreendentemente, na conclusão de sua mensagem, Trudeau pediu a todos que tomassem as vacinas, mesmo que elas não o protegessem da doença. “Todo mundo, por favor, vacinem-se e tomem os reforços”, ele insistiu.

A mensagem de Trudeau mostra a profundidade da irracionalidade – beirando a insanidade – da qual muitos estão sendo vítimas. Propomos chamar esse fenômeno de Síndrome da Insanidade Vacinal (SIV). Aqueles que sofrem de SIV perderam em grande parte o contato com a realidade e coisas como bom senso, evidências e lógica não possuem mais a capacidade de pensar.

Apenas para resumir o absurdo de toda a situação: tendo sido previamente vacinado, Trudeau recebe um reforço adicional e três semanas depois contrai o Covid-19.

Em outras palavras, logo após receber sua terceira injeção, o primeiro-ministro do Canadá adoece com a mesma doença contra a qual essas injeções “eficazes” deveriam protegê-lo.

Mas ao invés de se arrepender de seu erro, ele vai ao Twitter e aconselha o povo canadense a fazer o mesmo.

Onde está a lógica nisso? O Covid afetou o cérebro de Trudeau? Ou foram as injeções que de alguma forma diminuíram sua capacidade de pensamento e reflexão?

Se esse episódio serve para alguma coisa, Trudeau deveria ser a “Evidência Primordial” do motivo pelo qual as pessoas não devem ser vacinadas e com doses de reforço, já que ele agora é o garoto-propaganda do Canadá do fracasso da vacina.

Por que, então, ele está dizendo aos canadenses para fazerem o que ele fez?

Não pode ser porque as vacinas e reforços irão protegê-los contra a infecção. O oposto é, de fato, o caso.

Os dados vindos de todo o mundo estão mostrando que os vacinados são mais propensos a serem infectados do que os não vacinados. De acordo com Steve Kirsch, “Os números do estudo da Dinamarca descritos abaixo agora são confirmados por dados do governo da Alemanha, mostrando que pessoas vacinadas têm 8 vezes mais chances de desenvolver Omicron do que pessoas não vacinadas. Isso não é surpreendente, pois um jornal da Alemanha mostrou a mesma coisa: quanto mais você vacina, pior fica.”

Justin Trudeau, no entanto, não precisa ir a terras estrangeiras para saber sobre o fracasso da vacina. Abaixo está um gráfico de Ontário que fornece os números de casos de acordo com o status de vacinação. Você notará que os números dos totalmente vacinados são mais de três vezes os dos não vacinados.

 

Você pode pensar que talvez Trudeau esteja instando seus compatriotas a se submeterem às injeções, porque isso os imunizará contra o Covid grave. Mas este também não é o caso. Na Inglaterra, Escócia, Israel e Dinamarca, por exemplo, os vacinados e com doses de reforço compreendem a maior parte das hospitalizações e mortes por Covid. Na Escócia, na segunda semana de janeiro, 87% das mortes relacionadas à Covid ocorreram entre os vacinados.

Na província canadense de Alberta, tantas pessoas estavam contraindo e morrendo de Covid depois de receber a vacina que o governo decidiu remover os dados da internet para que as pessoas não pudessem ver a verdade.

Algumas semanas atrás, um estudo israelense descobriu que as vacinas “não são boas o suficiente” contra a Omicron, que é a cepa predominante no Canadá e no resto do mundo.

Não apenas essas injeções “não são boas o suficiente”, elas também são perigosas. Para ver isso, basta olhar para a explosão de relatos de mortes e outras reações adversas no banco de dados VAERS que coincidiu com a introdução das vacinas Covid no final de 2020. Isso não passou desapercebido dos pesquisadores de todo o mundo e até o momento, mais de mil artigos e estudos apareceram em publicações e revistas científicas revisadas por pares discutindo os graves efeitos colaterais das vacinas Covid.

Tudo isso, no entanto, não impediu Justin Trudeau de gravar mensagens de vídeo nas quais ele pessoalmente exorta crianças de cinco anos a tomarem essas injeções perigosas. O que torna o incentivo de Trudeau especialmente ridículo é o fato de que crianças saudáveis ​​praticamente não correm risco de Covid. Elas são, de fato, mais propensas a serem atingidas por um raio do que a morrer desta doença. Apesar dos fatos, isto é o que Trudeau disse a crianças canadenses de cinco anos em uma missiva em vídeo recente:

“Você poderá tomar sua vacina assim que completar cinco anos. E eu sei que você está animado e eu sei que você está ansioso. Em alguns lugares do país, você pode até começar a marcar sua consulta agora logo após seu [quinto] aniversário.”

É instrutivo vê-lo dizer isso para que se possa ver diretamente o quão equivocado e perigoso esse homem realmente é.

Como um comentarista observou apropriadamente: “Estamos vivendo no filme Ladrões de corpos? Quero dizer, é como se eu tivesse ido para a cama uma noite e acordei com metade do mundo enlouquecido.”

Por dois anos, Trudeau atormentou os canadenses com lockdowns e restrições por causa de um vírus, cuja taxa média de sobrevivência é superior a 99,8% para pessoas saudáveis ​​em idade produtiva.

Em maio do ano passado, Trudeau prometeu aos canadenses que as vacinas “seguras” e “eficazes” acabariam com a pandemia e que, se um número suficiente de pessoas as tomasse, a vida voltaria ao normal.

Com uma taxa de vacinação de 80%, o Canadá está infestado de Covid-19 e a vida não está nem perto do normal.

Sendo Covid positivo, embora tenha tomado três doses de vacina, Trudeau agora pede que homens, mulheres e crianças canadenses se sujeitem a vacinas perigosas que não funcionam contra a variante atualmente predominante do coronavírus.

Mesmo quando os canadenses se mobilizam em um protesto pacífico em massa para expressar sua desaprovação às políticas equivocadas e fracassadas de Trudeau, ele diz que eles são fascistas e racistas.

Um demagogo desconectado da realidade, Justin Trudeau é um trapalhão e uma ameaça para seu país e seu povo.

 

 

Artigo original aqui

1 COMENTÁRIO

  1. É absolutamente impressionante como a mídia corporativa é somente uma agência de desinformação. Ela diz exatamente o contrário deste artigo: a mortalidade é muito maior em não-vacinados.

    É um crime de guerra o que está gente está fazendo. E no final vai ficar tudo por isso mesmo. Ninguém vai ser condenado ou julgado.