Uma sociedade mascarada é uma sociedade escrava

1
Tempo estimado de leitura: 5 minutos

“O tímido mundo civilizado não encontrou nada com que se opor ao ataque de um renascimento repentino da barbárie descarada, a não ser concessões e sorrisos.” – Aleksandr I. Solzhenitsyn, Arquipélago Gulag

É bastante óbvio que o uso de uma máscara a pedido do estado se tornou o único comportamento simbólico que expõe o nível de obediência ao poder que é necessário para que a classe dominante obtenha o controle total. Esta pode parecer uma análise simplista, e em muitos aspectos é, mas serviu como o medidor mais importante da psique do cidadão médio. Esse indicador tem sido a base de muitas decisões políticas desprezíveis feitas pelos soberanos e seus peões no governo. Se conseguem fazer as pessoas obedecer a decretos totalmente ridículos, ordens que são completamente ilógicas em sua aparência, então elas podem ser facilmente enganadas e desistir de sua liberdade. Isso é feito por meio do medo, mesmo tendo em vista o fato de que não há nada a temer. É tudo ilusão e, portanto, está claro que é simplesmente uma manobra encenada para obter a aquiescência das massas, de modo que o poder possa ser obtido e o controle solidificado.

Ontem mesmo, o possível novo presidente, Joe Biden, disse que pediria a todos os americanos que usassem máscaras por 100 dias depois de eleito. Isso serviria como uma expansão federal dos decretos de máscara locais para avaliar ainda mais o nível de obediência do público, a fim de entender melhor até que ponto o governo pode empurrar suas agendas. Até agora, essas agendas avançaram quase desimpedidas e na velocidade da luz, e isso deve continuar. Com qualquer obediência adicional de ainda mais pessoas, eles mostrariam que estavam maduros para uma tirania ainda maior e mais restritiva. Isso soa quase como um jogo. Biden disse à Rede Comunista de Notícias (CNN) que “ele acreditava que haveria uma “redução significativa” nos casos da Covid-19 se todos os americanos usassem uma máscara”. Esta afirmação é nitidamente estúpida! Ele também disse que obrigaria o uso de máscaras em todos os prédios do governo. Embora não haja autoridade legal aparente para um presidente forçar o uso da máscara, as consequências de tal ação, como ameaçada, certamente encorajariam os governadores inúteis e todos os outros políticos locais a expandir a aplicação. Isso serviria como uma receita para muitas restrições e regulamentações adicionais.

Não há nenhuma evidência de que usar uma máscara pode proteger contra qualquer agente viral, e até mesmo o maligno Fauci declarou em março passado que: “Não há razão para andar por aí com uma máscara. As máscaras podem fazer as pessoas “se sentirem um pouco melhor”, mas simplesmente não protegem as pessoas e, em vez disso, trazem “consequências indesejadas”. “No que diz respeito à prevenção do coronavírus, os funcionários da saúde pública foram claros: pessoas saudáveis ​​não precisam usar máscara para se proteger do COVID-19.” Na realidade, o uso de máscaras esgota o oxigênio vital, impede a respiração, aumenta a ingestão de dióxido de carbono expelido, causa estresse extremo, prejudica o sistema imunológico e aumenta o risco de doenças e a possibilidade de replicação viral no corpo. Em outras palavras, nenhuma pessoa saudável deve usar uma máscara, especialmente por longos períodos de tempo.

Uma vez que a pessoa tenha informações adequadas e verdadeiras, deve ficar bem claro que o uso obrigatório de máscaras nada mais é do que um teste para determinar a fraqueza e a credulidade das pessoas em geral. Mas esse teste, exigido por agentes do governo e destinado apenas a julgar o nível de conformidade de seus cidadãos, causa danos mortais. Isso é e sempre foi conhecido pelos defensores no governo dessas políticas. Há muita culpa aqui, e o público deve responsabilizar esses criminosos. Uma maneira de acabar com a tirania é reverter o risco, colocando-o sobre os perpetradores dessa fraude. Muitos deveriam ser presos!

Uma maneira de entender o que significa usar máscara é apenas olhar ao redor. Enquanto continuo com minha vida normal e viajo pelo estado e pelo país, vejo uma aceitação em massa do uso de máscaras. Às vezes, sou o único que não estou usando algum tipo de cobertura no rosto. Muitos usam máscaras sujas; máscaras muito soltas, máscaras usadas abaixo do nariz e às vezes até abaixo da boca. Outros têm uma bandana solta ou uma das proteções faciais bem abertas. Ninguém está protegido e, na verdade, está se tornando mais suscetível à doença ao vestir essas fraldas inúteis no rosto. Se alguém realmente pensasse que um vírus contagioso e mortal fosse verdadeiro, nunca sairia de casa por medo da morte. É como se a maioria estivesse apenas tentando se encaixar, não arranjar problemas e não provocar nenhum conflito. Eles fazem isso com o entendimento de que não há realmente nada a temer, mas eles aceitam ordens de qualquer maneira porque têm pavor de serem diferentes. Essa atitude de rebanho é bem conhecida da classe dominante, e é por isso que essa máscara absurda teve sucesso.

O próximo teste do governo para avaliar a conformidade será muito mais devastador. Este fiasco de máscara publicamente aceito deu a munição poderosa para avançar para a próxima etapa. O próximo passo será o lançamento de uma vacina tóxica e virulenta. O uso da máscara tem sido muito prejudicial de várias maneiras, mas a vacina pode ser mortal.

Considere que todo o terror infligido pelas alegadas “elites” dominantes por meio de seus peões no governo foi feito em etapas ao longo de um longo período de tempo. Uma vez que a população em geral aceita restrições menores, sempre haverá restrições mais exigentes. Essa situação falsa da Covid começou em fevereiro passado no país com previsões terríveis. Uma vez que o medo se tornou mais universal, medidas mais fortes surgiram. Então, algumas quarentenas foram ordenadas e uma emergência nacional foi declarada. Assim que isso aconteceu, os governadores dos estados também começaram a declarar o estado de emergência e a fechar os seus estados. Em seguida, a demanda pelo fechamento de pequenos negócios foi nacional. Mandatos de distanciamento social começaram e escolas foram fechadas. Com o passar do tempo, mais demandas e restrições foram ordenadas e ameaças de extensão das políticas de quarentena tornaram-se comuns. A ‘epidemia de casos’ foi então lançada a fim de criar do nada outra onda de pânico. O uso obrigatório de máscaras e testes tornaram-se excessivos e agora o público está pronto para uma vacina mortal.

Tudo isso foi planejado por muitos anos, mas este “Grande Reinício” está cada vez mais perto de ser concretizado. Assim que chegar o próximo decreto de máscara, e a aceitação por esta sociedade patética for evidente, os planos mais perigosos serão desencadeados.

Tire sua máscara! Não a coloque novamente. Recuse-se a ser um fantoche do estado e reverta este plano devastador contra a humanidade. Quando todos tirarem as máscaras, o estado se tornará impotente e será forçado a recuar. Isso acontecerá porque indicará desobediência em massa e, portanto, ajudará a anular todas as ordens do estado. Aqueles que usam máscaras estarão então em minoria, enquanto os novos desmascarados serão novamente a maioria, e então eles ainda podem fazer parte do rebanho.

Considere as máscaras como o sinal do que está por vir. Usá-las significa extrema tirania e tirá-los significa liberdade. A escolha é sua.

“A doutrina da obediência cega e da submissão irrestrita a qualquer poder humano, seja civil ou eclesiástico, é a doutrina do despotismo”. – Sarah Grimke, Angelina Grimke, “On Slavery and Abolitionism: Essays and Letters”.

 

Artigo original aqui.

Este artigo contém uma lista atualizada de todos os nossos artigos sobre máscaras: Pelo direito básico de respirar: a tirania (anticientífica) das máscaras tem que acabar