A crise Covid mostrou que a polícia provavelmente aplicará qualquer lei, não importa quão injusta

3
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

Se 2020 nos ensinou alguma coisa, é que a polícia em todo o mundo ocidental não hesitará em impor à força regulamentações governamentais arbitrárias e absurdas.

Considere apenas alguns exemplos apenas deste mês. Na Austrália, uma mãe grávida foi presa na frente de sua família por uma postagem no Facebook convidando outros australianos para um protesto anti-quarentena. Na Espanha, um menino de quatorze anos que se recusou a usar uma máscara foi jogado no chão por um policial que se ajoelhou nas costas do menino enquanto ele gritava de dor. Nos EUA, dois policiais retiraram uma mãe e seu filho de um ano de um avião, porque o rosto do bebê não estava coberto. O mais perturbador de tudo é que a polícia em Quebec tem apreendido e detido discretamente cidadãos saudáveis ​​que se recusaram a cumprir os regulamentos covid-19 da cidade.

Todos esses incidentes foram relatados com indignação por especialistas da mídia de direita. Os comentaristas conservadores nos avisam com razão que o governo está ultrapassando seus limites e que podemos ser os próximos a receber uma visita indesejada da polícia ou até mesmo sermos derrubados no chão e sermos esmagados por um joelho nas costas.

No entanto, são os mesmos especialistas de direita que são os primeiros a defender a mais excessiva brutalidade policial sempre que alguém se recusa a cumprir as ordens de um policial. Eles fielmente “apóiam a polícia” com lealdade quase cega e até apóiam armar a polícia com armas e equipamentos de estilo militar.

Esses conservadores não conseguem ver suas próprias contradições?

Pergunte a si mesmo: se o socialismo completo chegar ao mundo ocidental, quem estará na linha de frente ao impô-lo? Não serão os burocratas machos beta forçando você a obedecer. Será a polícia – equipada com seu armamento de nível militar – que o forçará fisicamente a obedecer às ordens. Não acha que eles vão fazer isso? Basta olhar para os casos que citei.

Não estou defendendo o “enfraquecimento” da polícia. Nem estou sugerindo que uma força de segurança seja a antítese de uma sociedade livre. Precisamos de algum tipo de policial. Em vez disso, estou pedindo aos conservadores que reflitam por um momento sobre suas visões contraditórias. Em nosso sistema atual, governo e aplicação da lei são uma e a mesma organização. Você não pode criticar as leis que infringem nossas liberdades enquanto elogia os homens e mulheres que impõem devidamente essas leis – se necessário com violência.

Nossa liberdade depende de um ceticismo saudável em relação ao governo. Esse ceticismo deve ser aplicado a todas as facetas do estado, especialmente à polícia.

 

Artigo original aqui.

Leia também A polícia é cúmplice dos políticos no desrespeito as leis

3 COMENTÁRIOS