A Teoria da Exploração do Socialismo-Comunismo

1
Tempo estimado de leitura: 2 minutos

ESTE LIVRO é o Capítulo XII de Geschichte und Kritik der Kapitalzins-Theorien (História e crítica das teorias de juro), primeiro dos três volumes da famosa obra de Böhm-Bawerk intitulada Kapital und Kapitatzins (Capital e juro).

Sua tradução para o português se baseia no original alemão Kapital und Kapitaizins, de 1921, e na edição americanaThe Exploitation Theory of Socialism-Comunism, de 1975, inclusive no que diz respeito à nova divisão de capítulos e seus subtítulos.

Foram mantidas, como na edição americana, as referências às páginas originais de Böhm-Bawerk.  Encontram-se entre colchetes, ao longo do texto.  As notas ao texto coincidem com esta paginação original.

Tradução LYA LUFT

 

Indicações Biobibliográficas Sobre o Autor
Prefacio a Primeira Edição
I Pesquisa histórica da teoria da exploração
II Estrutura geral desta descrição e crítica da teoria da exploração
III A teoria do juro de Rodbertus
IV A teoria do juro de Marx
V Doutrina de Marx interpretada por seus sucessores
VI Conclusão
APÊNDICE Eugen von Böhm-Bawerk e o Leitor Crítico por Ludwig von Mises.
Posfácio do editor americano
A Teoria Marxista dos Índices de Salarios por Ludwig von Mises.

 

 

 

Artigo anteriorUma teoria geral (e libertária) sobre controle de armas
Próximo artigoO cinema no Brasil e a mentalidade anticapitalista
Eugen von Böhm-Bawerk foi um economista austríaco da Universidade de Viena e ministro das finanças. Desvendou a moderna teoria intertemporal das taxas de juros em sua obra Capital and Interest. Em seu segundo livro, The Positive Theory of Capital, ele continuou seus estudos sobre a acumulação e a influência do capital, argumentando que há um período médio de produção em todos os processos produtivos. Sua ênfase na importância de se pensar claramente sobre taxas de juros e sua natureza intertemporal alterou para sempre a teoria econômica. Böhm-Bawerk tornou-se famoso por ser o primeiro economista a refutar de forma completa e sistemática a teoria da mais-valia e da exploração capitalista.

1 COMENTÁRIO