Acordem, vocês foram enganados. Apenas 6% das mortes de COVID foram “apenas por COVID”

2
Tempo estimado de leitura: 4 minutos

Na metade da página da tela, a atualização do Center for Health Statistics de 26 de agosto de 2020 sobre contagens provisórias de mortes por doença coronavírus 2019 (COVID-19) afirma o seguinte: “Para 6% das mortes, COVID-19 foi a única causa mencionado.

Opa. Quer dizer que não estamos passando por uma pandemia? Em média, cerca de 8.000 pessoas morrem por dia de todas as causas nos Estados Unidos. Nos primeiros 8 meses de 2020, houve apenas ~ 1200 mortes em excesso por mês ou 40 mortes extras por dia exclusivamente devido a infecções por coronavírus COVID-19, com 80% das pessoas entre americanos com 65 anos ou mais. Por extrapolação, houve apenas cerca de 8 mortes em excesso de COVID-19 por dia entre adultos em idade produtiva e crianças em idade escolar.

Tradução: das 161.392 mortes acumuladas RELACIONADAS a COVID-19 relatadas em 22 de agosto de 2020 (80% entre americanos com 75 anos de idade ou mais), apenas 6% ou ~ 9683 mortes acumuladas foram classificadas como COVID-19 apenas. Entre essas mortes apenas de COVID-19, ~ 60% tinham 75 anos ou mais; 80% tinham 65 anos ou mais. Portanto, houve apenas cerca de 2.000 mortes apenas de COVID em adultos em idade produtiva e crianças em idade escolar.

Exagero

Lockdowns, quarentenas, distanciamento social e máscaras foram um exagero, destruindo vidas para sempre, à medida que as empresas iam à falência e o futuro dos jovens era aniquilado.

Pessoas com mais de 75 anos de idade que têm doenças comórbidas como diabetes, hipertensão, pneumonia, obesidade e doença cardíaca que morreram com infecção pulmonar por COVID-19, além de suas comorbidades, provavelmente estariam em seus leitos de morte, independentemente do surto de coronavírus COVID-19.

Apenas metade de 1%

Cerca de 240 dias se passaram de 1º de janeiro a 31 de agosto. Se calcularmos a média total de mortes por dia (~ 8.000), isso chega a 1.920.000 mortes nos Estados Unidos nos primeiros 8 meses de 2020. Estima-se que 9.683 mortes acumuladas adicionais (mortes em excesso) foram atribuídas apenas a infecções por COVID-19, por um total de ~ 1.930.000 mortes totais, com 9.683 mortes apenas de COVID sendo cerca de metade de 1% de todas as mortes.

Por um aumento de metade de um por cento nas mortes, este país foi bloqueado, a população foi apavorada para sempre e medidas draconianas tirou o emprego de milhões trabalhadores e arruinou pequenas e até grandes empresas.

Por comparação

Para efeito de comparação, cerca de 33.800 americanos morreram da gripe de Hong Kong em 1968, que foi a pandemia de gripe mais branda do século XX. No entanto, a vida nos EUA continuou normal durante a gripe de Hong Kong.

Como podemos nos livrar do medo?

Então, como podemos apagar esses medos de um vírus que realmente não era um assassino tão grande quanto anunciado? Como podemos começar a apertar as mãos das pessoas novamente? Como superamos nosso medo de que outras pessoas possam estar hospedando o COVID-19 e infectando nossos pulmões? Como paramos de lavar carrinhos de compras em supermercados, já que as infecções pulmonares por COVID-19 requerem transmissão aérea? A transferência viral de qualquer vírus respiratório a partir do contato em qualquer superfície não é a forma comum de infecção das pessoas, admite o CDC.

Como impedimos as verificações de temperatura nos aeroportos e quarentenas para os passageiros que chegam? Os americanos praticamente precisam fazer terapia para superar uma fobia impulsionada pela mídia.

Quem será responsabilizado?

Como podemos resposabilizar esses criadores de medo no governo e na medicina ​​pelo que parece ser uma pandemia planejada para cobrir uma economia em colapso, usada como uma desculpa para se livrar do papel-moeda e dar início a uma moeda digital mundial que será controlada por partidos não eleitos que irão essencialmente governar o mundo e forçar desnecessariamente vacinas em toda a população humana?

Mais mortes de desespero

Pode ter havido mais mortes por desespero (estimados em 75.000 suicídios) pelo anúncio de uma pandemia nos EUA do que pelo próprio coronavírus COVID-19.

O que fazemos com todos esses bilhões de vacinas desnecessárias que já foram compradas por agências de saúde do governo? O setor de saúde no mercado de ações iria quebrar com a notificação de que a epidemia foi cancelada.

Vacinação desnecessária

Isso significa que os EUA tentará vacinar todos os 328 milhões de cidadãos para poupar cerca de 10.000 vidas. Isso significa que 327.990.000 serão vacinados desnecessariamente. E uma vacina licenciada pode ser apenas 50% eficaz, tornando ainda mais remota a chance da imunização prevenir futuras infecções por coronavírus. Há uma probabilidade maior de que muito mais americanos experimentem efeitos colaterais graves relacionados à vacina do que desenvolvam qualquer imunidade de longo prazo, pois foi descoberto que os anticorpos contra COVID-19 não duram muito.

Uma descoberta redentora

Os americanos descobriram como se manter saudáveis sem recorrer a médicos e hospitais o tempo todo. Os americanos descobriram que os suplementos de vitaminas e minerais realmente funcionam, apesar da medicina moderna olhar para eles com desprezo. Foi descoberto que as células T dependentes de zinco, e não os anticorpos, matam os coronavírus COVID-19. A falta de vitamina D do sol no inverno explica o início sazonal de todas as doenças infecciosas no inverno. O selênio impede que os vírus sofram mutação. A vitamina C ativa os glóbulos brancos lentos e é curativa quando administrada por via intravenosa. As pastilhas de zinco agora são usadas rotineiramente em unidades de terapia intensiva para infecções pulmonares. Por que qualquer pessoa iria querer voltar à medicina convencional?

 

Artigo original aqui.

 

 

No Brasil, o mistério dos 100 mil permanece sem respostas:

2 COMENTÁRIOS

  1. Esse vídeo do Fiúza é espetacular. Deveriam fazer o mesmo tipo de comparação com nos EUA.

    E sem surpresa nenhuma, os “censor-checkings” já estão falando que é uma informação falsa. Se é uma informação falsa, então expliquem porque houverem drásticas quedas em todas as outras causa de mortes.