Ucrânia afirma que precisa de mais US$ 750 bilhões para ‘Reconstruir melhor’

0

Um novo relatório de Kiev financiado pelos EUA avalia em US$108,3 bilhões os danos econômicos na Ucrânia, mas solicita uma quantia 7 vezes maior de US$750 bilhões para que o país possa “Reconstruir Melhor”.

A Escola de Economia de Kiev divulgou uma nova avaliação afirmando que a Ucrânia precisará de centenas de bilhões de dólares para “reconstruir melhor” após sua guerra contra a Rússia.

Em 1º de agosto de 2022, a nova atualização da instituição ucraniana calculou US$108,3 bilhões em danos econômicos da guerra, aproximadamente o equivalente ao produto interno bruto do país em 2020.

Mas, como você verá em um momento, esses danos são números inventados. Nesta era de loucura da impressão de dinheiro, a Ucrânia tem planos muito mais ambiciosos do que simplesmente substituir a infraestrutura danificada. Esses economistas “especialistas” estão prestes a fazer a conta disparar.

O estudo diz que a Ucrânia precisará de um mínimo de US$185 bilhões, quase o dobro do valor em danos, a fim de reparar a nação, citando o que eles chamam de “princípio Build Back Better”, “reconstruir melhor”. O slogan foi popularizado pelo Fórum Econômico Mundial e é usado pelos governos para se referir aos seus planos de impor a tirania digital e cumprir objetivos compatíveis com ESG.

A Ucrânia está buscando a “modernização de ativos que não sofreram danos e destruição”, acrescenta o relatório.

Notavelmente, o gabinete do presidente Volodomyr Zelensky citou anteriormente o número exato de US$750 bilhões, mas afirmou que era o custo total das perdas. “Agora estamos trabalhando em um plano de longo prazo para a recuperação da Ucrânia. Ele define a lista de programas nacionais de reconstrução. Incorporamos o princípio Build Back Better neste plano”, disse o vice de Zelensky no mês passado.

A guerra mais falsa e manipulativa de todos os tempos

No final do relatório, descobrimos que a avaliação robusta de danos não é um esforço independente. Na verdade, é financiado pelo contribuinte norte-americano, através da Agência dos Estados Unidos para o Desenvolvimento Internacional (USAID).

A “avaliação” é apenas o documento mais recente que avança a campanha global contínua para solicitar fundos para a reconstrução, remodelação e “modernização” da Ucrânia, apesar do fato de a guerra estar em andamento. Houve um esforço conjunto no lobby de Washington e no espaço de contratação militar para obter fundos maciços para o esforço de “reconstrução”.

Enquanto isso, em Washington, o Congresso está começando a obter os votos para uma nova rodada de financiamento para a Ucrânia, mas muito poucos legisladores têm alguma ideia de onde os primeiros US$40 bilhões foram parar.

Para onde estão indo os US$56 bilhões ‘para a Ucrânia’?

O governo Biden continua enviando assistência militar regular para a Ucrânia, esgotando os estoques dos EUA no processo, e não ajudou o país a virar a maré da guerra. Na segunda-feira, a Casa Branca autorizou um adicional de US$550 milhões em armamento para Kiev.

 

 

Artigo original aqui

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

This site is protected by reCAPTCHA and the Google Privacy Policy and Terms of Service apply.